De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Desporto

Porto mais perto do Sporting e Benfica no pódio

O FC Porto venceu o Vitória de Guimarães e reduziu a distância para o líder da I Liga portuguesa de futebol, Sporting, enquanto o Benfica recuperou um lugar no ‘pódio’, com uma goleada em Portimão.

Na partida que fechou a 28.ª jornada, os ‘dragões’ alcançaram o segundo triunfo seguido pela margem mínima (1-0), graças a um golo do maliano Moussa Marega, que não marcava no campeonato há três meses, desde o empate 1-1 no ‘clássico’ com o Benfica, em janeiro.

Os ‘azuis e brancos’, segundos classificados, com 66 pontos, não enjeitaram o empate do Sporting (70) diante do Belenenses SAD, na quarta-feira (2-2), e reduziram para quatro pontos a desvantagem para o líder, sendo que, nas últimas quatro rondas, conseguiram recuperar seis pontos aos ‘leões’.

Apesar de ter averbado a sexta derrota nos derradeiros sete encontros, o Vitória de Guimarães mantém-se no sexto lugar, com 38 pontos, apenas dois acima do Santa Clara, sétimo, e três face ao Moreirense, oitavo.

O FC Porto está agora mais próximo do primeiro lugar do que do terceiro, novamente na ‘posse’ do Benfica (60 pontos), que goleou na visita ao Portimonense, por 5-1, e ultrapassou o Sporting de Braga (58), quarto.

Na ‘ressaca’ do desaire caseiro com o Gil Vicente (2-1), os ‘encarnados’ viram Beto assinar o 11.º golo no campeonato e ‘ressuscitar’ alguns ‘fantasmas’ da ronda anterior, mas acabaram por dar a volta e aplicar uma ‘mão cheia’.

Pizzi, Darwin Núñez e Everton marcaram um golo cada, enquanto o suíço Seferovic ‘bisou’ e voltou ao topo da lista dos melhores marcadores, com 18 tentos, mais um do que Pedro Gonçalves (17), do Sporting.

A derrota do Portimonense acabou por ser aproveitada pelo Tondela, que venceu por 2-1 o Nacional e passou os algarvios na classificação, subindo ao nono lugar, com 34 pontos, mais um do que a formação de Portimão.

A terceira vitória dos beirões em quatro jogos foi construída com golos de Jhon Murillo e Ricardo Alves, a operarem a reviravolta sobre o tento inaugural de João Camacho, naquela que foi a 10.ª derrota seguida dos madeirenses, que continuam no 18.º e último lugar, a seis pontos do Marítimo, o primeiro conjunto acima da ‘linha de água’.

O Famalicão continua a ‘escalada’ rumo à manutenção e conquistou o terceiro triunfo em seis partidas sob o comando de Ivo Vieira, com um expressivo 3-0 em casa do Gil Vicente, graças a um ‘bis’ de Ivan Jaime e um golo de Leonardo Campana, todos na segunda parte.

Os famalicenses, em 13.º lugar, ultrapassaram Boavista e Rio Ave na tabela e colocaram-se precisamente a um ponto dos gilistas (12.º) e do Belenenses (11.º).

 

Facebook Comments Box