De que está à procura ?

Colunistas

Mar clareando

Sem mapa ou carta escrita
Em caminho de nobre dimensão,
Chegaste sem cortar essa fita
Acenando com doce coração!

São ventos de mudança
São cantos de delicadeza
Que seja esta dança,
E esta a maior certeza

A certeza de existir em serenidade,
A beleza de sempre sonhar,
Ver o mundo em simples verdade
Ver o mundo em nobre cantar…

E vem daí, de caminho a dois
Abraçar essa brisa suave
O resto vemos depois,
É aqui que o mundo nos cabe!

PP_01 07 2022

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

TÓPICOS