De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Motores

Suzuki Jimny de saída do mercado europeu

O Suzuki Jimny será retirado do mercado europeu por não cumprir as normas mais rigorosas de CO2, que vão entrar em vigor em 2021. De acordo com informações da imprensa internacional, a marca nipónica já pediu a concessionários europeus para deixarem de encomendar o Jimny, uma medida a aplicar de imediato.

Apesar de não cumprir as normas com efeitos a partir de 2021, o Suzuki Jimny pode ser já retirado do mercado europeu, uma vez que a redução geral de emissões de dióxido de carbono, tem efeitos a partir deste ano.

Com a norma CAFE, cada marca pode ter uma média máxima das vendas dos seus automóveis de 95 gramas de CO2 por quilómetro. Quaisquer marcas que excedam esse limite serão multadas com valores que podem ultrapassar as centenas de milhões de euros, tendo em conta o valor excedente do CO2. A Suzuki não teria problemas com esta norma, uma vez que a gama está praticamente electrificada com sistemas híbridos leves. Contudo, o Suzuki Jimny não tem qualquer sistema híbrido.

Debaixo do capô do Suzuki Jimny está um motor 1.5 a gasolina atmosférico que emite cerca de 154g/km de CO2 com caixa manual de 5 velocidades e 170g/km de CO2 com caixa automática de 4 velocidades. O Jimny com a sua elevada taxa de sucesso, iria deixar a Suzuki em “maus lençóis” com a norma CAFE, o que explica a decisão da marca.

Mais tarde, pode chegar um novo Suzuki Jimny com um motor capaz de cumprir com as exigentes normas de emissões de CO2.

MAIS CARROS EM CAR ZOOM