De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Lifestyle

Estes são os melhores filmes portugueses de 2018

O filme “Raiva”, de Sérgio Tréfaut, conquistou o Prémio Sophia de melhor filme, da Academia Portuguesa de Cinema, e António-Pedro Vasconcelos, o de melhor realizador, na cerimónia realizada na noite de domingo no Casino Estoril.

Estes prémios são atribuídos aos filmes portugueses estreados em 2018, mas no futuro poderão integrar também produções televisivas, “à imagem dos britânicos BAFTA”, declarou o presidente da Academia.

A longa-metragem de Sérgio Tréfaut, que adapta o romance “Seara de Vento”, de Manuel da Fonseca, num retrato da exploração do trabalho e da injustiça social, liderou a noite ao arrecadar seis prémios, entre os quais o de melhor atriz principal, Isabel Ruth, melhor ator principal, Hugo Bentes, e secundário, Adriano Luz, e melhor fotografia, Acácio de Almeida.

“Raiva”, filmado no Alentejo, a preto e branco, conquistou ainda o prémio de melhor argumento adaptado, para Sérgio Tréfaut e Fátima Ribeiro, conseguindo assim a vitória na quase totalidade das principais categorias.

 

“Parque Mayer”, de António-Pedro Vasconcelos, um filme de época sobre o teatro de revista e o Estado Novo, liderava a lista de nomeações, ao ser indicado para 15 prémios, tendo conseguido três: melhor maquilhagem e cabelos (Abigail Machado e Mário Leal) e melhor guarda roupa (Maria Gonzaga), além do Sophia de melhor realização.

Os Sophia, que cumpriram a sétima edição, foram criados pela Academia Portuguesa de Cinema e pretendem reconhecer a produção cinematográfica em 23 categorias.

Veja aqui a reportagem vídeo do BOM DIA no tapete vermelho: