De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Comunidades

Comunidade portuguesa ajuda a matar a fome na África do Sul

A comunidade portuguesa na África do Sul entregou esta semana 21 toneladas de alimentos ao Governo local para ajudar no combate à fome na província de Gauteng, a mais afetada pelo novo coronavírus no país.

“Gostaria de agradecer aos centros de distribuição alimentar do Governo pelo seu profissionalismo, e a todos os nossos agricultores que contribuíram com o que podiam, tivemos também empresários que hoje se encontram em dificuldades, mas que assistiram no espírito ‘Ubuntu'” (“humanidade para com os outros” num dos dialetos nacionais), disse o líder comunitário português Manny Ferreirinha.

O dirigente lusodescendente, que falava na entrega da assistência alimentar, explicou que as 21 toneladas fazem parte de uma iniciativa solidária que recolheu, nos últimos seis meses, um total de 700 toneladas de alimentos, tendo sido entregues 400 toneladas ao Governo provincial, em Gauteng, e as restantes toneladas distribuídas pela comunidade portuguesa na África do Sul.

A iniciativa solidária foi organizada pela ONG Fórum Português na África do Sul, que tem facilitado a distribuição de ajuda alimentar a centenas de pessoas desde o início do confinamento de contenção da Covid-19 em 27 de março.

Além dos agricultores, a iniciativa solidária ‘Food Drive’ contou ainda com o apoio de empresários e retalhistas portugueses na província de Gauteng, motor da economia nacional, e cerca de 20 associações de ajuda social.

Nesse sentido, o governo provincial de Gauteng montou cinco centros sociais de recolha e distribuição direta de alimentos às famílias mais carenciadas na província que é a mais populada do país com cerca de 15,5 milhões de habitantes.

#portugalpositivo