De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

Cidade de S. Pedro do Sul

No Parque das Nogueiras, a tarde cai silenciosa

Na cidade o céu avermelhado veste asas de setim

À sombra das Nogueiras gente alegre e bondosa

Vem descalça e sorridente sentar-se junto a mim.

 

S. Pedro do Sul cidade na noite dormente

Tardes de Agosto sem nuvens no céu

No Parque das Nogueiras há um mar de gente

E tu cidade poisas teu rosto juntinho ao meu.

 

À sombra das Nogueira a poesia é estruturada

Versejam ideias simples de pura literatura

Cada palavra terá de ser bem direccionada

E o poeta escreve redige aconselha e estrutura.

 

Na nossa cidade todos os astros são brilhantes

É quase madrugada a aurora desponta no espaço

E junto a mim com teus gestos enleantes

Descansa cidade azul no meu regaço.

 

Brincam as crianças no Parque das Nogueiras

Sampredrenses reflectem seu rostos no rio Sul

Já clareia foi um dia cheio de brincadeiras

Nasce novo dia. Logo a tarde cairá sobre S. Pedro do Sul.

 

 José Valgode

 

Nota: Poema dedicado ao “Parque das Nogueiras”

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.