De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

A poesia pura sai no BOM DIA

É declamada quando vem a lua cheia

É publicada regularmente no BOM DIA

Nas noites frias de muita cidade e aldeia

É balsamo para o tédio e preenche qualquer vazio.

 

Em pequenino nunca aprendi a rezar o terço,

E hoje torço para não desfiar as contas,

Não tenho rosário, poucas lágrimas de tristeza

Porque foram secas no ermo e a termo.

 

Quanto mais escrevo mais penetro em mim

E me vejo num poema que ainda não inventei

E eu nem sei se inventarei algum poema assim

E não devo ser o único que tal poema imaginei.

 

Quanto mais escrevo menos me embaralho no soneto

Na sextilha, nas quadras, nas palavras e no floreio

E borboleio alegria, empatia e muito afecto.

Porque a poesia pura é publicada no BOM DIA!

 

José Valgode

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.