De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Europa

Portugal presente na Feira do Livro de Frankfurt

Frankfurt am Main, Hessen, Hesse, Deutschland, Germany. 19.10.2016 Uebrsicht auf Halle 3.0 Flandern und Niederlande sind die Ehrengaeste der Frankfurter Buchmesse 2016. Flanders and Netherlands are the Guest of Honour 2016 at the Frankfurt Book Fair

A Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) está confiante nos resultados da Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha, que abre esta quarta-feira, “apesar de o volume de negócios não ser o que era há dez anos”.

Em declarações à agência Lusa, Bruno Pacheco, da APEL, declarou que “Portugal tem este ano uma participação, antes de mais muito bem localizada, na vizinhança do ‘país-tema’, que é França”, o que poderá gerar impacto indireto, além de “um pavilhão renovado e com uma participação de editores portugueses que tem vindo a crescer nos últimos dois anos”.

No pavilhão de Portugal, de 120 metros quadrados, estão representadas 44 chancelas portuguesas.

Bruno Pacheco salientou à Lusa a importância da Feira de Frankfurt: os editores partilham experiências, dão conta dos efeitos positivos de estar presente em Frankfurt, “não tanto na concretização imediata de negócios, mas como ‘ponto de encontro’, em que os primeiros passos são dados”.

“Atrevo-me a dizer que não se fecharão tantos negócios, como se fechavam há dez anos, mas continua a ser um ponto de paragem obrigatório, e continua a ser muito importante estar cá presente e trazer autores portugueses”, afirmou Bruno Pacheco.

“Esta feira continua a ser muito importante, não que se façam muitos negócios na própria feira, o que também acontece, como é óbvio, mas tenho o ‘feedback’ por parte de muitos editores que é um ponto-chave”.

O pavilhão da APEL, que representa Portugal, é um espaço dos editores portugueses, e inclui a Direção-Geral do Livro, Bibliotecas e Arquivos (DGLAB), “com uma secção muito própria que faz promoção dos seus programas de apoio para a tradução de autores portugueses”, e a agência portuguesa BookOffice, que representa diferentes autores nacionais, duas instituições que participam há quatro anos.

A DGLAB, em comunicado, adiantou que vai apresentar em Frankfurt uma “uma mostra de obras de autores portugueses publicadas recentemente no estrangeiro com o seu apoio, e aproveita para divulgar os programas que promove anualmente na área da divulgação da literatura portuguesa”.

Divulgará também o programa especial de apoio “Portugal Guadalajara 2018”, destinado a editoras latino-americanas, uma iniciativa da DGLAB e do Instituto Camões, no âmbito da presença de Portugal na Feira Internacional do Livro de Guadalajara, no próximo ano, de que é país convidado.

A feira encerra no domingo.