De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Opinião

Em estado de choque por Pedrógão Grande

Sr. Presidente, Sr. Primeiro Ministro, Senhores de fatinho limpinho, Senhores que no fundo só sabem bem dizer e sorrir para o povo neles votar…

Não será por eu ter o coração a arder, que um deles me vai ler ou ouvir, claro que não…

Sendo eu alguém que raramente tem “raiva” no coração, hoje acordei com esta azia insuportável, com um nó na garganta, e num silêncio gritante, mas só tenho o direito a ficar triste e em choque com esta tragédia…

Segundo as notícias, por condições meteorológicas atípicas, Portugal viveu um momento de inferno, um horror, uma tragédia.

Não podemos controlar a meteorologia, mas com experiência de ano após ano, com os fogos a roubarem vidas. Ano após ano a ver arder um pouco do que é nosso. Ano após ano vivemos tantos momentos de horror e NADA é feito como modo de prevenção!

Senhores engravatados! Sim vocês que fazem e desfazem a vosso belo prazer, sim vocês a quem NÓS damos o direito de usufruirem de regalias luxuosas e de decidir por nós, aproveitem e aprendam com o momento, e sejam HUMANOS.

Eu, uma simples cidadã, mas apaixonada pela beleza do meu país, sugiro que ocupem os criminosos com limpeza de florestas, afinal a sentença deles é apenas serem, durante alguns anos, sustentados pelas pessoas de bem.

Sugiro também que vocês, senhores engravatados, abdiquem de muitas da vossas regalias, que não são mais que luxos, e esses valores sejam gastos na prevenção e em meios de combate.

Pois não perdemos só algumas árvores, perdemos VIDAS. E muitos perdem a esperança porque já nada mais lhes resta. Perdem-se corações que não voltam a ser os mesmos depois de assistirem de perto a esta catástrofe.

Gastam-se milhões em tratamentos nos hospitais com os feridos, gastam-se milhões neste combate que no balanço final para quase nada serviu, e ainda temos de pedir ajuda…

VERGONHA, eu tenho vergonha de ser filha de um país tão lindo, mas gerido por algumas (muitas) pessoas tão podres, que só lhes interessa o próprio bem-estar e aparecer bonito na fotografia…

Desculpem o desabafo de uma simples cidadã que não irá mudar o mundo, mas jamais lhe virará as costas.

Desejo muita força e coragem às famílias e amigos das vítimas, aos que estão no terreno a tentar de tudo para acabar com este inferno e a todos os que, mesmo longe, sofrem por nada poderem fazer ao verem um pouco de si próprios a virar cinzas…