De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

Vem comigo

Bebe um cálice de poesia e vem comigo
Viajar ao passado e no presente. Bebendo poesia
Aqui ninguém morre à míngua meu amigo
Quero que vivas e que tenhas muita alegria.

Bebe um cálice de poesia e inicia a escrever
Tua poesia. Não precisa de ser nenhuma odisseia
O começo é um bebé, depois cultiva e anseia o ler
Inicia tua escrita hoje. Amanhã talvez se torne uma epopeia.

Ler e escrever irá ajudar-te abrir mais horizontes
Lê muito, mas também deves ser selectivo
As águas mais limpas brotam dos montes
Águas estagnadas não te manterão vivo.

Vem comigo escrever poemas aos honestos
Aos leais, à mãe, pai e ao jovem rapaz
O coração sadio é vida. Evita contentas e protestos.
Marido: preside à família, elogia tua esposa capaz!

Vem comigo e toma um cálice cheio contra a apatia
Talvez tenhas notado que tens andado a ver muita televisão
Tantas más notícias podem até tirar-nos a alegria
E com o tempo podem corromper o nosso coração!

José Valgode

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.