De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

Uma esposa capaz

A esposa capaz da vida de casado
Está labutando tudo do seu agrado
Ela não come o pão da preguiça
Lá em casa há caldo e chouriça

Lá em casa cuida bem do agasalho
Chegou o inverno e vem aí a neve
Acende o forno e mantém o borralho
Neste tempo a roupa não é mais leve

Mas ainda cuida do campo e do vinhedo
Ela se levanta ainda quando é noite
Seu mercadejar é o seu segredo
É diligente e não precisa que afoite

Maridos, amai vossa esposa capaz
Já estais fazendo, muito bem, eu também
Se tua esposa prezas declara-lhe isso sem falta
Não o reconheças por favor tardiamente!