De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Europa

Teste ou certificado para trabalhar no Luxemburgo a partir de 15 de janeiro

A partir do dia 15 de janeiro, trabalhar no Luxemburgo só será possível mediante a apresentação de um certificado de vacinação, um certificado de recuperação ou um teste PCR ou antigénio negativo.

O governo luxemburguês anunciou esta sexta-feira um conjunto de medidas restritivas para fazer face à nova vaga da pandemia de covid-19, entre as quais a introdução do “CovidCheck” no local de trabalho.

Para aqueles que se apresentarem ao trabalho sem cumprir as novas normas, ser-lhes-á vedado o acesso e descontado um dia de salário ou de férias.

O teste será pago pelo próprio empregado e terá que ser realizado até 48 horas, no caso dos PCR, ou 24 horas, no caso do antigénio.

No entanto, a não comparência por falta de um dos “3G” (teste, certificado de vacinação ou prova de recuperação) não deve ser causa para despedimento, explicaram à imprensa os ministros Dan Kersch e Marc Hansen.

A medida foi apoiada pelos sindicatos OGBL, LCGB, CGFP e UEL.