De que está à procura ?

Desporto

Sem apuramento direto, portugueses vão ter de remar mais

© DR

O K4 500 metros português composto por João Ribeiro, Messias Baptista, Emanuel Silva e David Varela falhou esta quarta-feira o apuramento direto para a final dos mundiais de Halifax, no Canadá, pelo que terá de disputar as meias-finais.

A competir na pista seis, o quarteto luso precisava de ganhar a sua eliminatória, contudo terminou em terceiro, com 1.23,62 minutos, a 1,35 segundos do objetivo, conquistado pela Polónia, que superou a República Checa por 35 centésimos de segundo.

Na semi-final, os portugueses vão encontrar a Eslováquia, medalha de bronze em Tóquio2020, e principal adversária para conquistar uma das três vagas disponíveis para a regata das medalhas, para as quais também concorrem Ucrânia, Dinamarca, Argentina, Itália, Nova Zelândia, México e Estados Unidos.

Nas Taças do Mundo deste ano, a tripulação liderada pelo técnico Rui Fernandes, que foi oitava nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, tinha conquistado um quinto e um 10.º lugares.

Fernando Pimenta, em K1 500 e 1.000 metros, e Teresa Portela, em K1 500, disputam as eliminatórias, sem qualquer possibilidade de acesso direto à final: as meias-finais destas distâncias realizam-se também na sexta-feira.

TÓPICOS