De que está à procura ?

Mundo

Sanções ou nostalgia? Russos voltam aos telemóveis com teclado

No primeiro trimestre deste ano, as vendas de telemóveis sem “touch screen” na Rússia aumentaram 43% em comparação com o mesmo período do ano passado e atingiram 3,5 milhões de dispositivos, de acordo com um relatório do GS Group.

Ao mesmo tempo, as vendas de smartphones conheceram uma redução de 14%, caindo para 6,8 milhões de telemóveis “modernos”.

Os revendedores oficiais de equipamentos Apple na Rússia, a re:Store e a iPort começaram a fechar lojas consideradas “não lucrativas”, segundo o jornal Kommersant”. De acordo com a fonte citada pela publicação, o grupo que detém as duas cadeias vai suspender o trabalho das lojas por três meses para “recompor a logística”. Outra fonte disse ao Kommersant que o vendedor de produtos eletrónicos quer estabelecer importações paralelas de produtos Apple, marca que decidiu retirar-se formalmente do mercado russo na sequência da invasão da Ucrânia.

Especialista do setor disseram ao jornal Kommersant que “o principal motivo do fecho de algumas lojas que comercializam Apple é a escassez de mercadorias e a redução da procura de smartphones”.

O volume do mercado russo de telemóveis está estimado em 197 mil milhões de rublos anuais, ou seja, mais de 3 mil milhões de euros.

TÓPICOS