De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Comunidades

Portuguesa a viver em Madrid é atriz num filme Netflix

Marta Ribeiro frequentou a Real Escola Superior de Arte Dramática de Madrid onde estudou para ser atriz.

Esta jovem de Viseu tornou-se na primeira atriz portuguesa a entrar num filme produzido pela Netflix.

Marta Ribeiro tem 25 anos e estreou-se com “Elisa e Marcela“, um filme que curiosamente tem uma parte da sua ação em Portugal.

O filme realizado por Isabel Coixet conta a história de Marcela Gracia Ibeas e Elisa Sánchez Loriga que se conheceram na década de 1880, na Escola Normal Feminina da Corunha, em Espanha, onde se formavam professoras primárias. Na primavera de 1901 que ambas decidiram casar-se. Para o conseguirem, encenaram uma grande zanga e Elisa foi para uma aldeia vizinha e passou a chamar-se Mário: cortou o cabelo, trocou as saias por calças e criou uma infância em Londres com um pai ateu que não quis batizar o filho. O suficiente para ambas terem conseguido enganar o padre que primeiro batizou Elisa como Mário e depois a casou com Marcela, no dia 8 de junho de 1901.

Mas os dias felizes duraram pouco pois a notícia acabou por chegar aos jornais. Foram obrigadas a fugir, perseguidas pela justiça, e no fim de junho as duas chegaram ao Porto. Marcela regularizou a situação no consulado espanhol, instalou-se numa pensão e começou a trabalhar num café. Elisa chegou uns dias depois. Durante um mês viveram tranquilamente como marido e mulher, mas, a meio de agosto desse ano, foram detidas pela polícia portuguesa a pedido do governo espanhol. Pode seguir o resto da história no filme…

Veja aqui a entrevista de Marta Ribeiro à RTP: