De que está à procura ?

Comunidades

Português raptou e violou prostituta em Lucerne

© DR

O tribunal de Lucerne condenou esta quarta-feira um português de 29 anos acusado de raptar e violar uma prostituta. Esperam-lhe sete anos e meio de prisão, e saída do país depois da pena.

O tribunal criminal de Lucerne condenou um português por violação, coação sexual múltipla e rapto, bem como vários crimes contra a lei de estupefacientes.

Os crimes datam de dezembro de 2015. Depois de se ter dirigido a uma prostituta com um amigo, negociou relações com a vítima na parte de trás do carro onde iam. O jornal 20 minutes relata que a prostituta foi depois empurrada para o carro do criminoso.

O tribunal admitiu ainda que “estava claro que a mulher estava a bater nas janelas e a gritar ao sair do passeio”. A vítima conseguiu avisar uma conhecida, que notificou a polícia. Ainda tentou descrever a rota que realizou com base em sinais de trânsito que viu.

O criminoso seguiu até Buchrain, perto de Lucerne, onde obrigou a prostituta a realizar sexo oral, onde a violou, e onde exigiu que masturbasse o amigo. Depois do crime, abandonaram a senhora na rua e seguiram viagem. Quando foi encontrada, seguiu para o hospital.

No julgamento, o criminoso foi também acusado de crimes relacionados com estupefacientes, dada a quantidade de cocaína que havia transportado ser ilegal (2,3 kgs). O crime data de 2019.

Para além da pena de prisão, o português estará impedido de entrar na Suíça por 10 anos depois da pena. Tem ainda de pagar uma indemnização de quase 50 mil francos à vítima.

TÓPICOS