De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Portugal

Portugal entre os países europeus com os trabalhadores mais pobres

A percentagem de trabalhadores em Portugal cujo rendimento disponível fica abaixo do limiar de pobreza tornou a subir no ano passado. No contexto da União Europeia (UE), o país passou de oitavo, em 2018, para quinto lugar, em 2019, no grau de pobreza no trabalho, apenas atrás de Roménia, Espanha, Luxemburgo e Itália.

Portugal voltou ao grupo de países onde mais de um décimo dos trabalhadores ficou em risco de pobreza, segundo a proposta de Relatório Conjunto sobre o Emprego da Comissão Europeia (CE) e Conselho Europeu incluída no chamado Pacote de Outono de Bruxelas .

O documento, publicado ontem, aponta a uma taxa de pobreza entre trabalhadores em Portugal nos 10,8%, mais 1,1 pontos percentuais relativamente a 2018, o pior agravamento a nível europeu.

No caso português, o aumento da taxa de pobreza entre quem trabalha acontece apesar da subida continuada do valor do salário mínimo nacional nos últimos cinco anos. Portugal é, aliás, o melhor posicionado neste capítulo: foi em 2019 o único Estado-membro onde a retribuição mínima foi além dos 60% da mediana de salários (ficou em 70%), igualando ainda os 50% da média da remuneração média salarial.

Mas, por outro lado, Portugal foi o Estado-membro com as mais baixas qualificações entre a população adulta, e um dos países mais afetados pela precariedade das relações de trabalho.

Leia o artigo completo em Jornal de Notícias.