De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Portugal

Ponte histórica do Pedorido recebe ajuda europeia

A ponte histórica de Pedorido, Castelo de Paiva, vai ser reforçada e transformada em travessia pedonal, num investimento superior a meio milhão de euros, comparticipado por fundos europeus aprovados pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

Atualmente a ponte velha de Pedorido, como é conhecida e que soma 128 anos, encontra-se encerrada devido ao mau estado de conservação.

A obra, cujo financiamento foi agora aprovado, “permitirá recuperar integralmente o património e devolvê-lo à comunidade sob a forma de uma ponte para travessia exclusivamente pedonal”, descreve a CCDR-N em informação remetida à agência Lusa.

O investimento é assegurado pelo Programa Operacional Regional do Norte – NORTE 2020, gerido pela CCDR-N.

Em causa “um apoio de 444 mil euros a um investimento municipal que ascende a meio milhão de euros”, o que corresponde a 85% de comparticipação por fundos estruturais.

Para formalizar este apoio, o presidente da CCDR-N, António Cunha, desloca-se a Castelo de Paiva quinta-feira, dia em que se assinalam os 20 anos da tragédia de Entre-os-Rios, com a queda da ponte de “Hintze Ribeiro” que vitimou 59 pessoas.

A sessão de assinatura do contrato está agendada para as 09:00 com o presidente da câmara local, Gonçalo Rocha.

“Este ato reveste-se de especial simbolismo, quando se cumprem 20 anos sobre a tragédia da queda da ponte Hintze Ribeiro. É um ato de justiça para com um património histórico local de memória relevante, mas é também uma homenagem solidária à comunidade de Castelo de Paiva”, refere António Cunha, citado na informação remetida à Lusa.

A CCDR-N especifica que o estudo de viabilidade do projeto de reabilitação desta travessia passou por “rigorosas etapas, incluindo a observação subaquática das fundações dos pilares, a inspeção do tabuleiro, pilares e encontros e a realização de uma campanha de ensaios do material extraído da ponte, designadamente da alvenaria de pedra e de chapas metálicas”.

A ponte de Pedorido, sobre o rio Arda, foi construída entre 1890 e 1893 e constitui um património local de Castelo de Paiva, no distrito de Aveiro, “de grande valor histórico, social e afetivo”, conforme é descrito na informação sobre o investimento.

O objetivo da sua construção foi a passagem de locomotivas que circulavam na linha mineira de caminho-de-ferro do Couto Mineiro do Pejão, embora servisse de travessia à população e a carros de bois.

Esta infraestrutura histórica goza, por isso, de especial valor afetivo e simbólico por parte da população local, sendo reconhecida como um ícone da antiga mina e dos seus trabalhadores.

É também considerada “um exemplar típico” da engenharia civil portuguesa dos finais do século XIX, caracterizando-se pela conjugação de diferentes tecnologias.

A alvenaria de pedra de aparelho regular, herdeira da construção histórica e tradicional, é utilizada nos elementos estruturais primários da ponte, como pilares e encontros, articulando-se com uma estrutura metálica treliçada, representativa dos modernos sistemas emergentes da Revolução Industrial.