De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

O poeta e a cidade

O poeta na cidade num muro branco escreve
Tenho o coração aberto a toda a humanidade
Gosto de aqui viver e aqui ninguém se atreve
A pedir ao sol que brilhe com mais claridade.

São Pedro do Sul num muro branco pinta
Versos de paz, amor, onde o poeta tem autoridade
De pedir ao delinquente que por favor não minta
Por que o transgredir vai-lhe arruinar a liberdade.

São Pedro do Sul escreve poeta livre e anónimo
Homem simples, indouto, mas lúcido de corpo leve
E lembra ao doutorado que só por si não é sinónimo
Que seja respeitado, pessoa veraz e de dizer a verdade.

O poeta canta sua cidade como povo que não fica apavorado
Mas que guerreia cada dia para viver, cantar e ficar ileso
Nossa cidade é um mundo de verdura e bem aceso.

José Valgode

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.