De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Desporto

Liga Europa: Braga deixou o passarinho fugir

Um golo na própria baliza de Bruno Viana, aos 87 minutos, contribuiu decisivamente para o empate entre Sporting de Braga e Slovan Bratislava, 2-2, na segunda jornada do grupo K da Liga Europa de futebol.

O central brasileiro até começou a partida da melhor maneira ao marcar o primeiro golo (31 minutos), num bom cabeceamento após livre de André Horta, mas depois ‘borrou a pintura’, com um penálti que Sporar converteu à segunda e no autogolo perto do final que voltou a igualar ao jogo.

Antes, Galeno tinha feito, com um grande golo, o 2-1 para os bracarenses, que, quando pareciam ter o jogo controlado, até porque o Slovan foi praticamente inofensivo na segunda parte e a equipa de Ricardo Sá Pinto ‘cheirou’ o terceiro golo, surgiu a tal segunda ‘traição’ de Bruno Viana.

O empate interrompe a série europeia 100% vitoriosa desta temporada e impede os ‘arsenalistas’ de se isolarem na liderança do grupo. Ficam com os mesmos quatro pontos do Slovan e mais um do que o Wolverhampton (1-0 ao Besiktas, na Turquia).

Sá Pinto, que mexeu duas ‘peças’ em relação à equipa que começou o jogo do campeonato com o Portimonense, no domingo (vitória por 1-0), promovendo a titularidade de Eduardo e Fransérgio, viu o Slovan Bratislava entrar melhor na partida e criar dois lances de muito perigo, ambos por Holman (04 e 13 minutos).

O Sporting de Braga respondeu com um remate perigoso de Palhinha, já bem dentro da área (10 minutos), e com um bom lance pela esquerda com centro de André Horta e cabeceamento ao lado de Paulinho (24).

O Braga estava agora por cima do jogo e, aos 31 minutos, inaugurou o marcador, com Bruno Viana a saltar mais do que todos os adversários após um livre cobrado por André Horta.

Mas mesmo em cima do intervalo (45+4 minutos), o Slovan Bratislava chegou ao empate, na sequência de uma grande penalidade, por falta de Bruno Viana sobre Sporar. O mesmo jogador marcou, mas só à segunda, porque Eduardo defendeu o primeiro remate do ‘capitão’ dos eslovacos.

Após o reatamento, o Sporting de Braga encostou o Slovan Bratislava ao seu último reduto e, num desses lances, Galeno surgiu descaído sobre a esquerda, à entrada da área, e desferiu um potente remate cruzado, fazendo um grande golo e colocando os minhotos em vantagem (63 minutos).

Os treinadores mexeram nas equipas e foi sempre o Braga a estar muito mais perto do terceiro do que o Slovan de empatar, mas após uma fuga pela direita, Bruno Viana quis intercetar o centro que Sporar se preparava para desviar e sentenciou o resultado final, aos 87 minutos.