De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Lifestyle

Forte presença portuguesa no Festival Internacional de Cinema de Toronto

O filme “A Herdade”, de Tiago Guedes, vai ter a sua estreia norte-americana no Festival Internacional de Cinema de Toronto, anunciou a organização do evento que vai contar também com a coprodução nacional “Frankie”, de Ira Sachs.

O festival, codirigido pela portuguesa Joana Vicente e pelo canadiano Cameron Bailey, revelou os primeiros títulos da programação da sua 44.ª edição, que vai ter lugar entre 05 e 15 de setembro.

“A Herdade”, de Tiago Guedes, tem coprodução da Leopardo Filmes e da Almafa Films, e conta a “saga de uma família proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do rio Tejo, […] fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira de Portugal, dos anos 40, atravessando a revolução do 25 de Abril e até aos dias de hoje”.

Com argumento de Rui Cardoso Martins e Tiago Guedes, com a colaboração de Gilles Taurand, o elenco é composto por Albano Jerónimo, Sandra Faleiro, Miguel Borges, João Vicente, Ana Bustorff, Beatriz Brás, entre outros.

O filme chega aos cinemas portugueses em 19 de setembro, segundo a página da produtora.

Com “Radioactive”, da realizadora Marjane Satrapi, sobre Marie Curie, a encerrar o festival, em estreia mundial, a programação de Toronto conta ainda com trabalhos como “Joker”, de Todd Phillips, sobre a origem do vilão de Batman que dá nome ao filme, “Ford v. Ferrari”, de James Mangold, com Matt Damon e Christian Bale, e “Hustlers”, de Lorene Scafaria, com Jennifer Lopez, Cardi B e Lizzo.

Outras estreias mundiais incluem o novo filme de Alejandro Amenabar, “Mientras Dure la Guerra”, “The Personal History of David Copperfield”, de Armando Iannucci, bem como as mais recentes obras de Rian Johnson, “Knives Out”, e de Taika Waititi, “Jojo Rabbit”.

Também presente na programação está “The Two Popes”, do brasileiro Fernando Meirelles, sobre a relação entre o Papa Francisco e o Papa Bento XVI, interpretados, respetivamente por Jonathan Pryce e Anthony Hopkins.

O festival destaca que metade dos filmes das galas anunciados foram realizados por mulheres, o que constitui um recorde para esta secção.

“Estou encantada por dar o passo rumo ao meu primeiro festival como codiretora com uma tão poderosa gama de filmes”, afirmou a também diretora executiva do evento Joana Vicente, que acrescentou, citada em comunicado: “Este alinhamento tem filmes que representam todos os cantos do panorama cinematográfico, sobre um forte número de estreias mundiais”.

#portugalpositivo