De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Desporto

Fernando Santos fala em responsabilidade acrescida

O selecionador português de futebol, Fernando Santos, admitiu que o facto de defrontar a Suíça no Estádio do Dragão, no Porto, nas meias-finais da Liga das Nações, representará “uma responsabilidade acrescida”.

O treinador comentava o resultado do sorteio realizado em Dublin, que ditou o confronto com a Suíça,a cinco de junho, bem como um Holanda-Inglaterra no outro jogo das meias-finais, no dia seguinte, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, afirmando ser “um grande prazer e honra” organizar a primeira fase final da Liga das Nações.

“Estas três fortíssimas seleções irão competir connosco com a ambição natural de conquistar pela primeira vez este troféu. Jogamos no nosso país, com o nosso povo, obviamente, será uma responsabilidade acrescida”, observou Fernando Santos.

O selecionador português reconheceu valor à Suíça, equipa que Portugal encontrou no apuramento para o Mundial2018 e que impôs a primeira derrota (2-0) a Fernando Santos no comando da ‘equipa das quinas’, em 2016, logo após os festejos da conquista do título no Euro2016.

“Foi uma das duas equipas que nos últimos anos derrotou a seleção portuguesa. Isso mostra claramente a sua enorme valia. Uma equipa que fez uma qualificação brilhante, conseguiu nove pontos no seu grupo, afastou uma daquelas que à partida muita gente considerava a favorita do grupo: a Bélgica”, recordou Fernando Santos.

Apesar da qualidade do adversário, o técnico não escondeu a ambição: “[Existe] esse objetivo e esse sonho de podermos chegar à final e conquistar para o nosso país a taça, mas com a consciência absoluta de que temos de trabalhar muito se queremos alcançar esse feito, porque vamos ter um grande adversário nas meias finais”.

Para Fernando Santos, “esta competição excedeu as expectativas, foi muito bem disputada, com excelentes jogos”. “Para os treinadores foi muito importante, porque puderam observar em competição oficial jogadores que até aqui, em muitos casos, não estiveram presentes. É muito diferente jogar um amigável ou um jogo oficial, em que os pontos contam, em que há a pressão de chegar à fase final”, assinalou.

O selecionador admitiu que as meias-finais poderão ser influenciadas pelo estado físico dos jogadores, pois as seleções já estarão na fase de apuramento para o Euro2020 e alguns poderão estar presentes nas finais da Liga Europa, em 29 de maio, em Baku, e da Liga dos Campeões, a um de junho, em Madrid.

“Isso pode modificar os nossos planos enquanto treinadores, mas será um grande jogo e mais uma fortíssima possibilidade de percebemos como é que as nossas equipas estão a evoluir”, vincou.

Questionado sobre se Cristiano Ronaldo poderá ser convocado para jogar nas meias-finais, tendo em conta que não participou nos outros jogos da Liga das Nações A, Fernando Santos assinalou que “Portugal conta com todos os jogadores para disputar as provas que vêm a seguir”.

O treinador disse ainda estar confiante de que o jogo com a Suíça “vai ser uma grande festa”, porque o Porto “é uma cidade que ama o futebol” e que, apesar de o Estádio D. Afonso Henriques ter apenas capacidade para cerca de 30.000 espetadores, o outro jogo será “uma grande festa para Guimarães” e o “povo português vai receber de forma entusiástica” os adeptos de Inglaterra e Holanda.

Além do troféu, a vitória na Liga das Nações permite um encaixe de seis milhões de euros (ME), que se juntam-se a quatro milhões e meio por ter alcançado a fase final.