De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Comunidades

Família portuguesa em emissão de culinária da M6

A dupla de pai e filho António e Christian Teixeira participa a partir desta terça-feira no programa “O melhor pasteleiro, os profissionais” na televisão francesa M6, numa “experiência positiva” para a família de origem portuguesa.

“Mostrámos que não precisamos de vir de uma pastelaria com um grande nome ou ter trabalhado com grandes ‘chefs’ para nos destacarmos. Mostrei aos meus clientes que os bolos que dei a provar aos ‘chefs’ são os mesmos que eu lhes apresento todos os dias na nossa loja”, explicou Christian Teixeira, em declarações à agência Lusa.

A quarta edição do programa “O melhor pasteleiro, os profissionais” estreia esta terça-feira no canal M6 e põe frente a frente seis duplas de pasteleiros profissionais. O convite da emissora francesa ao pasteleiro lusodescendente e ao seu pai, surgiu depois de Christian Teixeira ter ganho em 2019 o terceiro prémio do melhor bolo da cidade de Paris.

Um convite que convenceu logo Christian, mas não o pai.

“O meu pai não queria, mas eu queria muito. É uma pessoa mais recatada, nós somos mais jovens e temos ainda coisas a provar. Ele tinha receio que se tornasse em algo um pouco ridículo. Com a nossa pastelaria, ele não precisa de publicidade na televisão”, explicou.

A padaria e pastelaria dos Teixeira, “Aux Délices du Palais“, está instalada no 14.º bairro de Paris. António Teixeira nasceu em Portugal, mas foi em França que encontrou a vocação para a padaria e pastelaria, tendo já sido laureado com o prémio de melhor baguete de Paris. Christian tem um irmão padeiro, Anthony Teixeira, também já laureado com o mesmo prémio em 2014.

Além da exposição mediática, Christian Teixeira queria também a oportunidade de ser julgado pelos melhores. Os júris deste programa são Pierre Hermé, eleito melhor pasteleiro do mundo, Cyril Lignac, um dos jovens ‘chefs’ mais badalados da atualidade e Jean-François Piège, ‘chef’ com duas estrelas Michelin.

“É um ícone, há o Cristiano Ronaldo no futebol e Pierre Hermé na pastelaria”, resumiu o pasteleiro lusodescendente.

O programa foi originalmente gravado em novembro de 2019, mas só agora vai ser difundido devido à pandemia. Apesar de não poder antecipar o desfecho para este mês e meio de provas entre os melhores pasteleiros de França, Christian Teixeira revelou que o balanço da participação foi “positivo”.

“O balanço é positivo, como não havia nada a ganhar, só mesmo o prestígio, a relação entre todas as duplas foi ótima. Acabámos por nos aproximar uns dos outros, partilhámos receitas e truques. Claro que é uma competição, mas todos nos ajudámos”, sublinhou.

E a experiência para Christian foi ainda mais interessante por poder trabalhar diretamente com o pai.

“A nível familiar, foi muito bom. Eu acabei por não trabalhar pouco com o meu pai antes desta oportunidade, porque ele se retirou um pouco da loja, e foi um orgulho trabalhar ao lado dele no programa”, relatou.

Apesar de não ter havido oportunidade de mostrar o valor da pastelaria portuguesa, já que o programa se concentra na pastelaria francesa clássica, Christian Teixeira mantém que o seu bolo favorito ainda é o pastel de nata e o seu projeto individual, que pretende concretizar com a mulher, criando pastelarias de alto nível nos subúrbios da capital francesa.

“Vai haver sempre um pouco de Portugal nos meus bolos”, concluiu.

#portugalpositivo