De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Lifestyle

Escritora portuguesa apresenta livro em Goa

A escritora lousanense Ana Filomena Amaral apresenta em Goa, na Índia, o seu último romance, “O Diretor”, que é o primeiro livro da trilogia “Mãe Nossa”, dedicada aos problemas ambientais.

A obra apresentada em Portugal em junho, embora já tivesse lançada no Brasil em 2017, inspira-se no épico sumério de Gilgamesh, adaptado à realidade atual.

“É o primeiro livro de uma trilogia dedicada aos problemas ambientais, nomeadamente aos oceanos, que estão a ser mais atingidos, sobretudo pelo plástico, que já faz parte da sua composição química”, salientou Ana Filomena Amaral à agência Lusa.

O livro será apresentado na nona edição do Festival Artístico e Literário de Goa, um dos mais conceituados da Índia, que decorre de cinco a nove de dezembro, sob a curadoria do escritor Vivek Menezes.

Além da abordagem aos problemas ambientais e da crise de valores que afetam a sociedade, o livro “O Diretor” representa também “uma porta de esperança para a expiação do mal, transmitindo uma mensagem de redenção”.

No decorrer do festival, a escritora portuguesa efetua também uma preleção sobre a literatura portuguesa da atualidade e a sua projeção no mundo da lusofonia, tendo como interlocutor Oscar de Noronha.

As obras da trilogia “Mãe Nossa” abordam problemas contemporâneos, desde a destruição dos oceanos e das florestas, ao genocídio dos Arménios, à corrupção ao mais alto nível e à ganância predadora que ameaça o planeta, passando pelo drama dos refugiados sírios.

“Mãe Nossa que estás em todo o lado, preservado seja o teu nome e o teu corpo por todos nós, venha a nós a tua generosidade e sabedoria, seja feita a tua vontade sobre a nossa, assim na Terra como no Universo, e que o pão e a água nunca nos faltem, por nossa culpa”, lê-se na nota introdutória, que será comum às três obras.

“Perdoa o nosso desrespeito, incúria e ganância, assim como nós nos perdoamos por te termos ofendido, e não nos deixes cair na extinção e livra-nos do fim”, acrescenta a mesma nota.

Em 2020, deverá ser lançado o segundo livro da trilogia, com o título “Gelo”, cuja narrativa se passa no Ártico, “onde está a ocorrer outro grave problema ambiental com o degelo dos calotas polares”, frisa Ana Filomena Amaral.

“Vamos ter cada vez mais desastres naturais e mais mortíferos devido ao aquecimento global e à carbonização da economia”, antevê a escritora natural de Avintes, mas radicada na Lousã há mais de 20 anos, onde fundou a cooperativa cultural Arte-Via.

A autora vai estar também no Instituto Camões, em Goa, para falar da sua obra com o responsável da instituição, Delfim Correia da Silva, em particular de “Vaulted Home. Those who cheated death”, versão em Inglês do romance “A Casa da Sorte”.

Ana Filomena Amaral é autora de 11 livros, entre ficção e investigação histórica.