De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

Dia das bruxas: tradição e modernismo

Na noite de 31 de Outubro celebra-se mais uma vez o dia das bruxas. A comercialização de filmes de terror e ficção americanos na Europa, deram força aos produtores criativos de máscaras, decoração, maquilhagem e disfarces assustadores.

Nas lojas especializadas neste tipo de artigos, vamos descobrir muitos trajes, máscaras e outros objetos que relembram a morte e o susto. Os artigos extremamente procurados pelos jovens e famílias apreciadoras de ficção, são para além de outros, os esqueletos, os fantasmas, os mutantes, os demónios, as perucas de palhaços e de bruxas.

Atualmente existem também objetos de decoração para casas privadas e salões de festa, nomeadamente caldeirões pretos de plástico, bonecos, cartazes com desenhos arrepiantes, copos com a forma de cérebros, morcegos de borracha, aranhas, baratas e ratazanas. Neste dia, é muito apreciado o uso de maquilhagem que emita o sangue, cortes e cicatrizes. Para isso, já existe há muito tempo as cicatrizes de latex colantes, líquidos vermelhos, ceras, tatuagens e leite-latex.

A tradição de celebrar um dia relacionado com a morte e a alma dos mortos, teve também origem no povo celta, mais concretamente na Inglaterra, País de Gales, Escócia, Irlanda e uma parte da França situada a noroeste. Pois era típico celebrar rituais para acalmar as almas dos mortos no início do ano novo céltico.

Também na Europa, a celebração do dia de Todos-os-Santos e dos Defuntos no princípio de Novembro, tal como a festa do Pão-por-Deus nos faz lembrar um pouco a tradição celta e o moderno Halloween. E em Portugal, ainda existe o costume das crianças baterem à porta nesta época do ano, para pedir pão, broas, nozes e doces.