De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Comunidades

Ana Rocha: a portuguesa da Google

Ana Rocha sempre quis trabalhar fora do país. Estreou-se em Dublin, na Irlanda, onde esteve na AICEP, na Embaixada de Portugal e depois Google. Foi à boleia desta tecnológica que se instalou nos Estados Unidos.

Ana Rocha estudou na Universidade do Minho onde tirou a licenciatura em Relações Internacionais. Depois da licenciatura, seguiu para o mestrado em Negócios Internacionais pois queria apostar numa carreira internacional.

Em entrevista à Universidade do Minho, Ana Rocha confessa que estava a estagiar numa empresa em Guimarães, mas não se sentia feliz. Durante esse período, abriram as candidaturas ao programa de estágios INOV Contacto e decidiu arriscar. Foi selecionada para trabalhar na AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e na Embaixada de Portugal, em Dublin, Irlanda, experiência que mudou a sua vida pessoal e profissional.

Quando chegou a Dublin, Ana conheceu Pedro, hoje seu marido, que já trabalhava na Google e ambicionava mudar-se para os EUA. “Partilhávamos o mesmo sonho, mas para mim nem era bem uma ambição, porque parecia-me impossível de alcançar. Com a ajuda do Pedro tracei um plano muito claro: tentar entrar na Google ou em alguma tecnológica americana para, depois, obter um visto de residência através de uma mudança interna”, explica Ana Rocha.

A portuguesa entrou na Google em agosto de 2013 e começou a fazer customer service para o mercado português. Basicamente, atendia chamadas e respondia a e-mails de clientes portugueses, insatisfeitos na maior parte das vezes com o serviço de publicidade. Ana e o marido mudam-se em 2015 para a Google em Nova Iorque. No início com a função de consultora de exportação na área da publicidade, sendo agora strategic partner manager.