De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

A doçura dos gelados portugueses

Em várias localidades de Portugal estão situadas fábricas de gelados. Mas as pequenas e médias gelatarias também confecionam os seus próprios gelados e ou sorvetes. Estes são servidos nos já muito bem conhecidos cones de bolacha estaladiça, em copos de plástico, em taças e em pratos.

Os sabores são variados e imenso procurados tais como chocolate, baunilha, morango, framboesa, iogurte, cereja, banana, noz, café, melão, beterraba, alfarroba, hortelã e muitos outros. As bolas de gelado ou de sorvete são muitas vezes decoradas com molhos saborosos de chocolate, de morango e de licor de ovos.

As taças elegantes são muito bem guarnecidas com frutas frescas, molhos e natas. E em cima dos crepes quentes, derretem lentamente os pedaços de gelado frio, doce e cremoso. E nos copos altos, a mistura de leite com bolas de gelados são conhecidos como milk-shakes.

Nos supermercados e minimercados portugueses, vamos encontrar igualmente, bolos-gelado, caixas de variadíssimas marcas, tamanhos e sabores de gelados, assim como gelados servidos no palito de madeira confecionados também no estrangeiro, cobiçados pelos olhos dos consumidores.

Qual é o segredo de um bom gelado? Esta sobremesa apreciada pela maioria da população portuguesa é feita à base de leite, água, por vezes leva manteiga, nata, gemas de ovos, açúcar, sabores, amidos e espessantes adicionados que são misturados e conservados no frio, mas a uma temperatura não muito baixa e sem criar cristais.

O gelado fica com uma consistência e viscosidade ideal. Enquanto que o sorvete, sem gemas de ovos, nem sempre leva leite, mas é à base de um puré de frutos com xarope de açúcar, injetado com ar e que se congela, tornando-se cremoso, gelado e apreciado.

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.