De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Mundo

A caminho de um tratado internacional de resposta a pandemias

A Organização Mundial da Saúde, OMS, saudou a iniciativa apoiada por vários lideres mundiais* para criar um tratado internacional em resposta a pandemia. O objetivo é promover uma forma abrangente de fortalecer sistemas nacionais de saúde, estruturas regionais e globais além de fomentar a resiliência na resposta a futuras crises.

A proposta foi feita num artigo conjunto de pelo menos 26 líderes internacionais incluindo o primeiro-ministro de Portugal, António Costa e a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel.

O trabalho para implementar e promover um tratado ajudará a criar um compromisso político, financeiro e sustentável ao longo de décadas

Para os líderes signatários, a covid-19 provou que ninguém está seguro até que todos estejam seguros. Por isso, os países devem se unir para enfrentar o desafio, prevenir, detectar e avaliar a resposta eficiente à pandemia atual e a futuras pandemias.

Em entrevista a jornalistas, na sede da OMS, o diretor-geral da agência, Tedros Ghebreyesus, afirmou que a proposta do tratado é atacar sistematicamente as lacunas expostas pela covid-19.

Para ele a pandemia tornou visível o que há de melhor e de pior na humanidade como desigualdades nas sociedades e confiança reduzida em instituições públicas. Ele destacou a coragem de profissionais de saúde e comunidades em todo o mundo.

O tratado também ajudaria a criar resiliência a pandemias e outras emergências de saúde globais, com sistemas de preparação nacionais e globais robustos, garantindo o acesso oportuno e equitativo a vacinas. Além de apoiar o financiamento sustentável e a capacidade de prevenção, detecção e resposta a surtos; e promover a confiança mútua.

O trabalho para implementar e promover um tratado ajudará a criar um compromisso político, financeiro e sustentável ao longo de décadas.