De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Portugal

23 anos de prisão para assassinos de rapper português

João Luizo, Edi Barreiros e Fábio Martins foram condenados a 23 anos de prisão pela morte do rapper Mota JR.

Em causa estão crimes de homicídio qualificado, roubo agravado, sequestro, profanação de cadáver e furto qualificado. A juíza do Tribunal de Sintra considerou o crime extremamente violento, pela forma como mataram a vítima, à pancada e em desprezo mostrado pela agonia do rapper.

Catarina Sanches, o “isco” que atraiu a vítima para a cilada mortal, foi condenada por roubo agravado em coautoria a quatro anos e seis meses de prisão. O Tribunal decidiu não suspender a pena pelo facto de a arguida não ter demonstrado arrependimento nem ter assumido a participação no crime.

Leia mais em Jornal de Notícias.