De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Publireportagens

SUMOL+COMPAL: vendas de 100 milhões de euros fora de Portugal

A SUMOL+COMPAL anunciou que registou em 2016 lucros de 10,5 milhões de euros, um aumento de 24,7% face aos 8,4 milhões de euros verificados no ano anterior.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa refere que no ano passado atingiu um volume de negócios de 355,8 milhões de euros, um aumento de 4,3% face os 341,3 milhões de euros registados em 2015.

As vendas totais da empresa atingiram, no ano passado, 346,1 milhões de euros, uma subida de 5,4% face ao período homólogo.

No mercado português, as vendas da SUMOL+COMPAL cresceram 5,4%, para 245,1 milhões de euros, enquanto nos mercados internacionais as vendas atingiram 101,0 milhões de euros, o que representa um aumento de 1,3%.

A SUMOL+COMPAL refere que as vendas nos mercados internacionais representam 30% do total, tendo a empresa feito negócios em mais de setenta países.

O resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) atingiu 52,1 milhões de euros, mais 20,5% face a 2015 (43,2 milhões de euros), enquanto os resultados operacionais (EBIT) cresceram 26,0%, para os 36,0 milhões de euros.

A margem bruta da empresa cresceu 13,8% em 2016, para 207,8 milhões de euros, e correspondeu a 58,4% do volume de negócios.

A empresa adianta que investimento em ativos tangíveis totalizou 11,7 milhões de euros, a maioria na fábrica de Bom Jesus, em Angola, “e teve como objetivos o aumento da capacidade produtiva e a modernização das instalações”.

Já o investimento em ativos intangíveis foi 3,1 milhões de euros, “montante que corresponde a direitos contratuais celebrados com vista à fidelização de clientes”, segundo a SUMOL+COMPAL.

A dívida remunerada líquida situou-se nos 229,1 milhões de euros no fecho do exercício, correspondendo a 4,4 vezes o EBITDA. Em 2015, este rácio tinha sido de 5,6 e a dívida remunerada líquida atingiu 240,8 milhões de euros.

“A SUMOL+COMPAL registou um desempenho muito favorável no exercício de 2016, apesar de algumas condicionantes nos mercados, havendo a assinalar os comportamentos positivos tanto da atividade nacional, como nos países estrangeiros em que estamos presentes”, afirmou o presidente executivo da SUMOL+COMPAL, Duarte Pinto, citado no comunicado.

Duarte Pinto destacou ainda “o crescimento das vendas”, que considerou ser “demonstrativo da forte implantação das marcas produzidas pela SUMOL+COMPAL”.