De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Desporto

Repescado, Gastão Elias nos oitavos do torneio de ténis do Rio de Janeiro

O tenista português Gastão Elias, ‘repescado’ após ser eliminado no ‘qualifying’, conseguiu na segunda-feira o apuramento para os oitavos de final do torneio do Rio de Janeiro, em terra batida, ao bater o argentino Guido Pella.

Depois de uma ‘batalha’ de quase três horas (2:54), o jogador luso, 114.º do ‘ranking’ mundial, impôs-se ao 55.º da hierarquia pelos parciais de 6-4, 5-7 e 7-5, após desperdiçar dois ‘match points’ no segundo ‘set’, a vencer por 5-3 e 40-15.

Ao sexto ‘match point’, e após salvar três ‘break points’ no 12.º jogo do terceiro ‘set’, Gastão Elias selou os ‘oitavos’, fase da prova em que vai encontrar o uruguaio Pablo Cuecas, 33.º jogador mundial, ou o brasileiro Thiago Monteiro, 104.º.

Gastão Elias havia sido eliminado na última ronda do ‘qualifying’ pelo francês Corentin Mouet, 145.º do ‘ranking’ mundial, ao perder por 6-2, 6-7 (6-8) e 6-4, mas face à desistência precisamente do seu adversário acabou por entrar no quadro principal como ‘lucky loser’, como há uma semana, em Buenos Aires.

Face a Pella, o jogador da Lourinhã não entrou bem na estreia no ATP 250 do Rio de Janeiro e cedeu os dois primeiros jogos de serviço, pelo que, mesmo conseguindo um ‘break’ no terceiro jogo, ficou rapidamente a perder por 1-4.

Gastão Elias conseguiu, porém, responder e, com cinco jogos consecutivos, incluindo mais dois ‘breaks’, impôs-se no primeiro parcial, ao primeiro ‘set point’, por 6-4.

No segundo ‘set’, o número 2 luso continuou por cima e, com dois ‘breaks’, no primeiro e sétimo jogos, colocou-se a vencer por 5-2 e a servir para fechar o encontro.

Mas, o que Elias fez no primeiro ‘set’, replicou o argentino no segundo, vencendo por 7-5, depois de ganhar cinco jogos consecutivos, incluindo três ‘breaks’, e, pelo meio, salvar dois ‘match points’ seguidos, quando servia e perdia por 3-5.

No derradeiro ‘set’, os dois jogadores seguraram os seus cinco primeiros jogos de serviço, até que, como 5-5, Gastão Elias logrou o ‘break’, confirmando-o no 12.º jogo, para vencer por 7-5, mas só ao sexto ‘match point’ e após salvar três ‘break points’.