De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Europa

Reabilitação de convento em Tavira conquista prémio europeu

A intervenção no antigo Convento das Bernardas (2009-12), em Tavira, transformado num complexo residencial e turístico, valeu a Eduardo Souto de Moura o Prémio Europeu de Intervenção em Património Arquitectónico 2017, uma iniciativa conjunta da Associação de Arquitectos para a Defesa e Intervenção no Património Arquitectónico (AADIPA) e do Colégio Oficial de Arquitectos da Catalunha, revela o jornal Público.

O projecto do arquitecto português foi distinguido na categoria Intervenção no Património Construído, cuja shortlist incluía quatro outras candidaturas (três delas em Espanha e outra na Dinamarca). O júri decidiu-se pelo trabalho no Convento das Bernardas valorizando especialmente “a dificuldade de obter uma grande qualidade arquitectónica inserida no sector privado, sem comprometer as qualidades arquitectónicas e patrimoniais do convento original, transformando-o num complexo residencial de alojamento turístico”.

Na ficha de apresentação do seu projecto de intervenção no convento algarvio fundado há mais de 500 anos, e que também chegou a funcionar como fábrica, Souto de Moura escreveu: “O património não é um caso especial de projecto, precisa apenas de mais 20% de honorários, porque o tosco já lá está. Não precisa de ‘cuidados intensivos’, precisa apenas de outros cuidados, porque cada caso é um caso, quer dizer, uma casa.”

A AADIPA distinguiu o outro projecto português que estava na shortlist de 18 candidaturas das cerca de duas centenas apresentadas a esta terceira edição do prémio. Trata-se da Escola Superior Galécia, em Vila Nova de Cerveira, que viu o seu projecto Versus – Lições do Património Vernacular à Arquitectura Sustentável, um curso coordenado por Mariana Correia, premiado na categoria Divulgação (que incluía três outros finalistas, todos espanhóis).