De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Mundo

Procura pelo ensino do português aumentou na África do Sul

© Pixabay

A procura pelo ensino da língua portuguesa teve um aumento de 9% na África do Sul e é expectável que possa continuar a crescer, disse esta quarta-feira, em Durban, o secretário de Estado das Comunidades.

“Gostaria de sublinhar o facto de o ensino da língua portuguesa na África do Sul ter registado um aumento de nove por cento. Nós tínhamos, no ano letivo 2015-2016, 2.107 alunos e agora temos 2.317 alunos”, declarou José Luís Carneiro à Lusa por telefone desde a África do Sul.

Para o secretário de Estado é “expectável” que esta procura pelo ensino da língua portuguesa ainda possa crescer, “dado que se está a iniciar o ano letivo na África do Sul”.

O secretário de Estado das Comunidades iniciou a sua visita à África do Sul na segunda-feira, tendo já passado pela Cidade do Cabo e agora está na cidade de Durban. “Pude verificar, na escola onde estudou o nosso escritor Fernando Pessoa, na Durban High School, que há uma grande vontade de continuar a suportar e apoiar os esforços de ensino da língua portuguesa”, afirmou Carneiro.

José Luís Carneiro ainda referiu que a Durban High School tem 150 anos de história e há “um culto imenso pela obra, pelo trabalho literário, pelo espírito de Fernando Pessoa, transversal a todas as idades”. Fernando Pessoa passou nove anos da sua infância em Durban, na então colónia britânica da África do Sul, onde o seu padrasto era o cônsul de Portugal.

“Pude depositar uma coroa de flores junto do busto (de Fernando Pessoa) que existe em sua homenagem no interior da escola”, disse Carneiro, lembrando ainda que, em novembro de 1995, o então Presidente Mário Soares visitou também a Durban High School.

Em Durban, José Luís Carneiro também se encontrou com a comunidade portuguesa e visitou o consulado honorário nesta cidade sul-africana.“Neste consulado honorário estão a trabalhar duas funcionárias, nomeadamente uma contratada no final de 2016, que garantem permanentemente o atendimento e o funcionamento” dos serviços para os cidadãos portugueses em Durban, que são aproximadamente 12 mil, de acordo com o secretário de Estado.

Segundo Carneiro, este consulado honorário tem competência para emitir passaportes, realizar recenseamento eleitoral e ainda a abertura de mesas eleitorais. Dentro em breve, também terá a responsabilidade de emitir o cartão de cidadão. O secretário de Estado das Comunidades sublinhou ainda a importância do apoio social que as associações portuguesas estão a prestar na África do Sul, facto que é reconhecido pelas autoridades sul-africanas.

Carneiro encontrou-se também com a comunidade portuguesa na Cidade do Cabo e esteve no consulado-geral de Portugal nesta mesma cidade, onde realizou ainda uma visita à Millnerton High School. José Luís Carneiro deverá ainda visitar Joanesburgo e Pretória, encerrando a sua viagem à África do Sul no sábado.