De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Colunistas

Pedro da Silva, o primeiro carteiro do Canadá

Uma das maiores nações do mundo em área total, o Canadá preserva uma história prodigamente ligada à emigração portuguesa que se manifesta na atualidade na presença neste país, que ocupa grande parte da América do Norte, de mais de meio milhão de luso-canadianos, sobretudo concentrados em Ontário, Quebeque e Colúmbia Britânica.

Ainda que a emigração portuguesa para o Canadá só tenha alcançado expressão a partir do início da segunda metade do séc. XX, a presença de portugueses neste território que se estende desde o oceano Atlântico, a leste, até ao Oceano Pacífico, a oeste, e é limitado a norte pelo Oceano Ártico, e a sul e a noroeste possui fronteira terrestre com os EUA, remonta ao início do séc. XVI.

Essa presença antiga de portugueses no Canadá encontra-se paradigmaticamente condensada na figura de Pedro da Silva, personagem histórica lusa que chegou entre 1672 e 1673 à Nova França, onde hoje se localiza a província do Quebeque, tendo depois sido responsável pelas primeiras expedições de correio do país.

A história do português Pedro da Silva encontra-se profusamente apreendida pela comunidade luso-canadiana. Como comprova por exemplo, o documentário histórico de homenagem ao primeiro carteiro do Canadá, realizado pelo produtor e realizador Bill Moniz, a biografia histórica assinada pelo investigador lusodescendente Carlos Taveira, ou a iniciativa dos Serviços Postais canadianos que lhe dedicaram no princípio do séc. XX um selo.

Os vários olhares sobre Pedro da Silva, que nasceu em Lisboa em 1647 e faleceu a 2 de agosto de 1717, registam que nos primórdios do séc. XVIII, o carteiro de origem lusa assegurava a entrega de cartas e pacotes postais entre Montreal e o Quebeque, naquela foi a primeira expedição de correio no Canadá. Existem, inclusivamente, registos que Pedro da Silva efetuou o transporte de correio e mercadorias pelo rio São Lourenço durante a guerra entre a França e os iroqueses, um grupo nativo que apoiava o império inglês, contexto que terá contribuído nesse período para o que o rei francês Luís XIV o tenha nomeado como “Mensageiro Real” na Nova França.

Conhecido como “Le Portugais”, Pedro da Silva é um dos mais insígnes antepassados da comunidade portuguesa no Canadá, uma comunidade que se destaca hodiernamente pela sua relevante integração, empreendedorismo e papel económico e sociopolítico.