De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Lifestyle

O “Soldado Milhões” já está nos cinemas portugueses

A 9 de Abril de 1918 o soldado transmontano Aníbal Augusto Milhais, que nasceu em 1895, na aldeia de Valongo, concelho de Murça, integrou a 2ª Divisão do Corpo Expedicionário Português e enfrentou os alemães na batalha de La Lys, durante Primeira Guerra Mundial.

Agora, a obra cinematográfica “Soldado Milhões”, produzida pela Ukbar Filmes e realizada por Gonçalo Galvão Teles e Jorge Paixão da Costa, chega às salas de cinema portuguesas. O filme retrata esse drama de guerra e conta a história de um Portugal esquecido e de um herói quase desconhecido. O ator João Arrais assume o papel do Soldado Milhões e Miguel Borges, Carminho Coelho, Lúcia Moniz, Graciano Dias ou Isac Graça também fazem parte do elenco.

“Este filme olha, sobretudo, a total entrega de um homem que tinha tanto de humilde como de destemido, ao papel que a vida lhe reserva; neste caso o de viver como herói. E como última fatia do seu destino, precisamente o de ter que viver com esse fardo.”, revelam os cineastas Gonçalo Galvão Teles e Jorge Paixão da Costa.

Aníbal Augusto Milhais foi um entre tantos soldados enviados para a Flandres durante a Primeira Guerra Mundial. Na Batalha de La Lys, contrariando ordens superiores, enfrentou sozinho sucessivas ofensivas alemãs de maneira a garantir a retirada dos seus companheiros. Milhais demorou vários dias até reencontrar o seu pelotão, em Saint-Venant, protegido apenas pela sua arma Luisinha (um amuleto da sorte oferecido pela sua amada).

A presença portuguesa na Primeira Grande Guerra é ainda desconhecida por muitos, assim como a existência de Aníbal Milhais, o Soldado Milhões. Os seus atos de coragem durante a Batalha de La Lys valeram-lhe a mais alta condecoração nacional – a Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito. O soldado estava longe de imaginar que se viria a tornar no maior herói português da Primeira Guerra Mundial.

Para recriar o ambiente de guerra, a equipa de filmagem do “Soldado Milhões” deslocou-se até vários locais espalhados por Portugal. Desde Murça, a aldeia onde nasceu Aníbal Milhais, até Ponte da Barca, Mafra, Cacilhas e, finalmente, o Campo de Tiro de Alcochete, onde foram reconstruidas as trincheiras da Batalha de La Lys. Foram também pós-produzidos mais de 500 planos digitalmente com efeitos especiais.

No ano em que se assinala o centenário da Primeira Guerra Mundial, temos assim a oportunidade de acompanhar o percurso do soldado Milhais, que valia milhões, através das suas memórias da guerra.