De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Desporto

Montero deixa Sporting perto dos quartos da Liga Europa

O Sporting garantiu esta quinta-feira uma valiosa vantagem nos oitavos de final da Liga Europa de futebol, ao bater na primeira mão o Vitkoria Plzen, por 2-0, com dois golos de Fredy Montero.

No Estádio José Alvalade, o jogador colombiano, o único avançado que estava disponível do plantel de Jorge Jesus, abriu o marcador aos 45+1 minutos e ‘bisou’ aos 49, colocando os ‘leões’ em excelente posição de poderem seguir para os quartos de final.

Não foi uma grande exibição do Sporting, mas a suficiente para bater os checos do Viktoria Plzen, que demonstraram muitas limitações, sobretudo a nível técnico.

Com mais velocidade e intensidade, a equipa de Jesus podia (e devia) ter construído um resultado mais volumoso, para poder viajar ainda mais descansada para a República Checa na segunda mão.

Nesse jogo, Jesus já sabe que não vai poder contar com o central Coates nem com o médio William Carvalho, ambos devido a castigo.

Foi um Sporting com muitas baixas que pisou o relvado de Alvalade, sobretudo ao nível ofensivo, com Bas Dost, Doumbia, Podence e Rafael Leão indisponíveis devido a lesão. Na defesa, também Piccini continua sem poder ser utilizado pelo técnico dos ‘leões’.

O encontro iniciou praticamente com um falhanço incrível de Gelson Martins, que, em boa posição, na pequena área, acertou mal na bola e falhou o alvo.

Na primeira parte, o extremo português e o argentino Acuna foram os principais agitadores de equipa do Sporting que apareceu alga apática em campo, impondo pouco velocidade, situação que o Plzen bem agradeceu.

Mesmo assim, Bryan Ruiz, a subir claramente de forma, obrigou Hruska a boa defesa, aos 19 minutos, e, pouco depois, Acuna acertou na barra com um remate de longa distância.

Com o intervalo a pouco segundos, entrou em cena Fábio Coentrão, que iniciou e foi determinante no golo de Montero, aos 45+1 minutos. O lateral-esquerdo ‘roubou’ a bola perto da sua área, levou-a até à frente e, depois de combinar com Ruiz, assistiu o avançado colombiano na pequena área para o primeiro da noite.

No arranque da segunda parte, o Sporting apareceu com as linhas mais compactas, com Montero a ter mais companhia na frente, e dessa alteração resultou o segundo golo.

Bruno Fernandes ganhou a bola a meio campo, assistiu o colombiano, que, dentro da área, depois de duas fintas curtas, atirou novamente para as redes de Hruska.

O Sporting podia respirar melhor e passou a ter a eliminatória controlada, mas, mesmo assim, Jesus não quis arriscar e, após o segundo tento, colocou Battaglia em campo, retirando Acuna.

Perante um adversário que tinha muitas dificuldades em manter a posse de bola, os ‘leões’ voltaram a reduzir o ritmo da partida, mas, mesmo assim, tiveram duas oportunidades para aumentar a vantagem, por Ruiz e Bruno Fernandes, com o guardião Hruska a impedir duas vezes novo golo.

Com o passar de tempo, o Sporting foi recuando, com alguns jogadores a mostrarem algum desgaste físico, e o Plzen aproveitou para chegar à frente, mas sempre de uma forma algo atabalhoada.

A grande oportunidade dos checos aconteceu aos 82 minutos, com Krmenick, o goleador da equipa, a aparecer solto na área, mas a falhar o alvo com um remate de cabeça.