De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Luxemburgo

Luxemburgo: secretário das Comunidades incita emigrantes a aprenderem línguas

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, elogiou hoje o português que venceu eleições no Luxemburgo mas renunciou ao cargo de burgomestre, por não falar bem luxemburguês, defendendo a importância de os emigrantes aprenderem línguas.

“Mais uma vez é necessário recomendar aos portugueses que se encontram aqui no Luxemburgo a importância de dominarem as línguas, nomeadamente o francês, o alemão e também o luxemburguês, porque foi essa barreira que levou este nosso conterrâneo a ter dificuldades para assumir a responsabilidade de burgomestre”, disse José Luís Carneiro, após um encontro com o emigrante na residência do embaixador.

José Vaz do Rio, de 61 anos, venceu as eleições municipais de 08 de outubro na pequena autarquia de Bettendorf, no nordeste do país, mas abdicou do cargo de burgomestre, alegando dificuldades com o luxemburguês e o facto de só ter a quarta classe.

“Ele ficou como vereador e vice-presidente da Câmara e ficará com pelouros importantes, nomeadamente ligados à língua, à educação e à cultura, a par da relação com o movimento associativo”, disse José Luís Carneiro, considerando-o “um exemplo” que deve encorajar a participação política dos portugueses no Luxemburgo.

“Deve ser seguido e, se possível, nas novas gerações, aperfeiçoado, com a aprendizagem de diferentes línguas”, considerou o secretário de Estado.

José Luís Carneiro, que iniciou hoje uma visita ao Luxemburgo, com o ensino de português na agenda, defendeu também a importância de promover “uma boa aprendizagem da língua materna”, afirmando que esta “auxilia e muito no processo de aprendizagem de línguas estrangeiras”.

O secretário de Estado apelou ainda à participação política dos portugueses, “recenseando-se para votar e habilitando-se ao desempenho de funções autárquicas” nas localidades onde vivem.

Natural de Raíz do Monte, Vila Pouca de Aguiar, José Vaz do Rio, que tem dupla nacionalidade, chegou ao Luxemburgo em 1979 e está reformado há quatro anos, depois de ter trabalhado na fábrica de pneus da Goodyear.

Na quinta-feira, José Luís Carneiro vai ter um almoço de trabalho com o ministro da Educação do Luxemburgo, Claude Meisch.

Segue-se uma visita a uma escola em Esch-sur-Alzette, onde este ano se iniciaram os novos cursos complementares previstos no memorando de entendimento assinado em abril pelos primeiros-ministros de Portugal e do Luxemburgo, António Costa e Xavier Bettel, respetivamente.

O acordo pôs fim a um diferendo entre os dois países, depois de no ano passado a autarquia de Esch-sur-Alzette ter anunciado a intenção de acabar com as aulas de português na modalidade do ensino integrado.