De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Comunidades

Luso-canadiana eleita vereadora fala em reconhecimento

 Ana Bailão, luso-canadiana reeleita para um terceiro mandato na Câmara Municipal de Toronto, mostra-se satisfeita “pelo reconhecimento do esforço de um trabalho de oito anos”.

“Esta reeleição representa que o trabalho e o esforço foi reconhecido ao longo de oito anos que temos servido esta comunidade”, afirmou à Lusa Ana Bailão.

A luso-canadiana foi reeleita esta segunda-feira para mais quatro anos como vereadora do município de Toronto, obtendo 83,6% (26.219) dos votos.

Ana Bailão falava à agência Lusa na Casa do Alentejo de Toronto, na segunda-feira à noite, perante centenas de apoiantes, após a divulgação dos resultados das eleições municipais do Ontário.

Nestas eleições foram também eleitos outros portugueses.

Em Brampton, Martin Medeiros foi reeleito vereador regional nos distritos três e quatro, e Paul Vicente foi eleito vereador regional nos distritos um e cinco.

Em Cambridge, o vereador Frank Monteiro vai permanecer no cargo, e em Kingsville, o ‘Mayor’ Nelson Santos, foi aclamado por ser o único candidato ao cargo.

“Lançamos a nossa campanha para a reeleição num distrito diferente. (Ward nove). Este bairro tem muitas das áreas que representei mas também tem metade da área que eu não tinha representado até esta altura”, destacou Ana Bailão.

O governo provincial do Ontário liderado pelo conservador Doug Ford, em funções desde junho, decidiu já em plena campanha eleitoral das autárquicas, reduzir os distritos eleitorais, através da fusão de algumas áreas.

Ana Bailão, chefe da Comissão Municipal de Habitação Social, e vice-presidente da autarquia canadiana desde 2017, revelou que a estratégia foi “focar-se na criação de um plano “juntamente com os membros da comunidade.

“Realmente as pessoas corresponderam bem, com um grande número de votos. Sinto-me satisfeita e pronta para trabalhar nesse plano que foi elaborado por todos nós”, sublinhou.

Quanto à redução dos distritos eleitorais para 25, a luso-canadiana salienta a necessidade dos vereadores trabalharem em conjunto para corresponderem às necessidades de cada uma das áreas.

“A Davenport tem quase 110 mil habitantes, o dobro da antigo distrito 18, e que pretende ser servida como tinha sido até aqui. É isso que temos pensar enquanto vereadores”, frisou.

A Davenport é o maior distrito eleitoral no Canadá onde residem portugueses e lusodescendentes, uma “área que está em expansão com muita construção a decorrer”.

“Precisamos de ter um plano pró-ativo para responder todo esse trabalho e crescimento que está a acontecer”, alertou.

A vereadora pretende ainda ter localizado no coração da comunidade um gabinete de serviço para “corresponder às necessidades dos residentes”.

Ana Bailão nasceu em Alenquer, distrito de Lisboa, e com apenas 15 anos emigrou para o Canadá, para a área da Davenport. Envolveu-se com diversas associações, fundou a Luso-Can Tuna e foi diretora da Aliança de Clubes e Associações Portugueses do Ontário (ACAPO).

Foi assessora do vereador Mário Silva na câmara de Toronto, onde trabalhou durante cinco anos, foi presidente da Federação de Empresários e Profissionais Luso-Canadianos, após ter passado também pelo setor privado (banca, cuidados de saúde, marketing em relações comunitárias).

Calcula-se que existem cerca de 550 mil portugueses e lusodescendentes no Canadá, a maioria está localizada no Ontário.