De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Motores

Jeep Compass 1.6: um aventureiro sem excessos

O design do Jeep Compass é o mais convencional da gama Jeep. Quando falamos de um design convencional, queremos dizer que é um automóvel que não dá demasiado nas vistas, mas que não deixa de ser bonito e agradável à vista. Contudo, não é tão “espampanante” como um Renegade, um Cherokee ou Wrangler.

O Jeep Compass é um automóvel bonito, elegante, com um aspeto robusto e aventureiro. Os pára-choques são musculados, assim como as proteções plásticas da carroçaria. A linha de cintura é alta e vai subindo até à traseira.

Ainda no exterior, nesta versão Limited contamos com luzes de iluminação LED diurna na dianteira e iluminação LED na traseira, faróis de Xénon, jantes de 17 polegadas, moldura dos vidros cromada, dupla saída de escape e vidros traseiros escurecidos (pack style).

No interior, a qualidade dos materiais é agradável, assim como a montagem. Temos espaço nos lugares dianteiros e traseiros, e a bagageira conta com 438 litros de capacidade, sem o fundo falso, com o rebatimento dos assentos pode estender-se aos 1251 Litros. Ainda temos espaço por baixo do assento do passageiro.

Os comandos são todos intuitivos e nesta versão o interior está recheado de equipamento como ar-condicionado automático de dupla zona com saídas para os lugares traseiros, travão de estacionamento eléctrico, chave mãos-livres (pack function), câmara de ajuda ao estacionamento (pack parking), sensores de estacionamento dianteiros e traseiros (pack parking), sistema de som premium Beats (opcional), computador de bordo em ecrã TFT de 7 polegadas e sistema de navegação e multimédia em ecrã de 8,4 polegadas.

O sistema de navegação e multimédia está colocado no topo da consola central, tem boa imagem, é de fácil utilização e tem aplicações e funções para dar e vender. Nas versões 4×4 tem aplicações ideais para todo-o-terreno, onde se consegue ver as inclinações do automóvel e a tração nas rodas. O Jeep tem ainda controlo por voz, Android Auto e Apple CarPlay.

O painel de instrumentos é completíssimo: tem um computador de bordo com excelente imagem e todas as informações necessárias e mais algumas, relacionadas com o estado do automóvel, pressão dos pneus, configurações, entre outros.

O conforto a bordo está garantido, devido a assentos bastante ergonómicos e a uma configuração de suspensão ideal para todas as ocasiões.

A posição de condução é digna de registo: é alta e permite ver o painel de instrumentos independentemente da posição. A visibilidade é uma constante, à exceção do grande ângulo morto provocado pelo pilar C e da pouca visibilidade para trás devido às dimensões reduzidas do óculo traseiro, o que é caraterístico neste tipo de automóveis com uma traseira mais alta.

O volante também tem boa ergonomia, assim como a maneta da caixa de velocidades. A condução do Jeep Compass é verdadeiramente agradável em todas as ocasiões, este SUV tem uma configuração de suspensão ideal, como já tínhamos falado anteriormente. A direção é direta q.b e mesmos nos estradões de terra e estradas mais acidentadas, o Jeep Compass desempenha a sua função de todo-o-terreno na perfeição.

Para além de ter um bom ângulo de saída e de ataque, assim como um motor com um bom binário para a cilindrada que tem, o Jeep Compass nas versões de tração integral tem um sistema chamado Selec-Terrain com vários modos de condução para o tipo de piso e de estrada que iremos percorrer. Snow, Sand, Mud e Rock são os vários modos de condução, em que o Jeep Compass será coordenado e optimizado eletronicamente para cada tipo de de estrada e piso. A estas características adicionamos o sistema de ajuda à descida e o sistema Ative Drive que não tem qualquer ação do condutor, mas que previne “descompensações” através da transferência de potência para as rodas traseiras. Estas características tornam-no um dos melhores em fora de estrada da sua classe.

A Jeep faz questão de falar sobre a capacidade de rebocagem do Jeep Compass, que pelos vistos é um motivo de orgulho para a marca americana. O Jeep Compass com a motorização 2.0 litros de 140cv e tração integral é capaz de rebocar até 1900kg, o que dá para um atrelado de campismo, pequenos barcos, motos de neve e motos. Já as outras motorizações ficam-se pelo reboque até 1000kg à exceção do 2.0 litros de 170cv com caixa automática que reboca até 1500kg.

O motor 1.6 Multijet de 120cv convence, até porque tem 320Nm de binário está sempre disponível e é agradável de utilizar. A caixa de 6 velocidades é competente e não nos deixar ficar aborrecidos com o Jeep Compass. A aceleração dos 0 aos 100km/h acontece em 10,7 segundos antes de atingir a velocidade máxima de 188km/h.

No que toca aos consumos, o Jeep Compass com o motor 1.6 diesel de caixa manual conseguiu no nosso ensaio uma média de 6 litros. No meio dos nossos percursos mistos, ainda nos aventurámos por caminhos de terra e subidas acidentadas que ajudaram a aumentar ligeiramente os consumos.

A Jeep não podia deixar um tema tão importante quanto a segurança em branco, e por isso, dotou o Jeep Compass de alguns sistemas de ajuda à condução como: aviso de ângulo morto, aviso de transposição involuntária de faixa, alerta de colisão frontal, deteção de veículos em aproximação traseira, cruise-control adaptativo, máximos automáticos e sensores e chuva e luminosidade.

Nos testes EuroNCap o Jeep Compass obteve as 5 estrelas com 90% na protecção dos adultos, 83% na protecção das crianças, 64% na protecção de peões e 59% nas ajudas à condução.

MAIS CARROS EM CAR ZOOM