De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Desporto

Champions: Porto perde em Leipzig

O FC Porto foi derrotado no terreno do Leipzig, por 3-2, num encontro em que os germânicos foram superiores à formação portuguesa, mas continua na luta pelo apuramento na Liga dos Campeões de futebol.

Na terceira jornada do Grupo G, o FC Porto ficou mais distante da liderança (está a seis pontos do Besiktas), mas vai iniciar a segunda volta do agrupamento a apenas um ponto do segundo lugar, ocupado agora pelo Leipzig.

O resultado foi todo construído numa frenética primeira parte, com Orban (oito minutos), Forsberg (37) e Augustin (41) a fazerem os golos dos vice-campeões germânicos, que estão a viver a época de estreia na ‘Champions’, enquanto Aboubakar (18) e Marcano (44) protagonizaram os tentos dos ‘dragões’.

Apesar de ter estado a segunda parte toda em desvantagem, o FC Porto pouco fez para, pelo menos regressar, a casa com o empate, enquanto o Leipzig teve oportunidade para confirmar mais cedo o triunfo.

Com surpresa, a formação portuguesa Conceição apareceu com José Sá na baliza, em detrimento de Iker Casillas, por opção técnica de Sérgio Conceição, já que o guarda-redes espanhol esteve sentado no banco de suplentes.

Logo nos primeiros instantes do encontro, Conceição ‘perdeu’ a aposta, com José Sá a ser determinante no primeiro golo do Leipzig, aos oito minutos, marcado por Orban. O guardião português não agarrou a bola num primeiro remate e acabou por permitir a recarga do central.

Em vantagem, o Leipzig ficou dono e senhor da partida, chegando com facilidade à área rival, falhando apenas na concretização, enquanto o FC Porto não conseguia ter bola.

Mesmo assim, sem merecer, Aboubakar refez a igualdade, aos 18 minutos, na primeira vez que os ‘dragões’ chegaram perto da baliza germânica. Dentro da área, o avançado camaronês, com muito mérito, rematou de primeira e bateu o húngaro Gulacsi.

Com o empate, o Leipzig aumentou ainda mais o ritmo de jogo, perante um FC Porto com vários problemas a defender, tal a inúmeras vezes que a equipa da casa chegava junto a José Sá.

O habitual guarda-redes ainda foi mantendo a igualdade, mas nada conseguiu fazer perante o sueco Forsberg, que apareceu isolado aos 37 minutos, e frente ao francês Augustin, que fez o terceiro dos alemães, aos 41.

O espanhol Marcano ficou muito mal na fotografia nesse último lance, mas redimiu pouco depois, aos 44, a reduzir a diferença, após a marcação de um canto.

Na segunda parte, o FC Porto continuou a atuar com pouca intensidade, frente a um Leipzig que baixou o ritmo, mas manteve o domínio do jogo.

As entradas de Oliver primeiro, para o lugar de Sérgio Oliveira, e de Corona depois, saindo Brahimi, pouco mudaram a exibição dos ‘dragões’, enquanto os germânicos foram somando oportunidades para resolver de vez a partida.

Primeiro, o português Bruma, que foi titular no Leipzig, viu Marcano tirar a bola em cima da linha de golo, e Augustin falhou o alvo por duas vezes, em excelentes posições para marcar.

Já com Hernani em campo, o máximo que o FC Porto conseguiu foi um cabeceamento fraco de Marega.