De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Mundo

Artista Sara Bichão expõe nos Estados Unidos

© Amanda Hestehave

A artista plástica Sara Bichão tem uma exposição individual, intitulada “Coastal”, em exibição na galeria Barbara Davis, em Houston, nos Estados Unidos, até ao dia 11 de março.

As peças presentes são um trabalho desenvolvido especificamente para a exposição que decorreu entre outubro do ano passado e janeiro deste ano, e exploram vários materiais e meios.

Podem ser vistos três blocos cilíndricos de cimento, pintados pela artista, duas obras feitas de sabão Clarim, duas feitas com tecido pintado, duas esculturas com tecido, madeira e objetos como chumbos de pesca, pedras, brincos, conchas, uma instalação na parede feita de troncos de madeira pintados, e uma série de seis desenhos sobre papel de algodão.

O título das obras – “Dream” (sonho), “Upon the Stars” (nas estrelas), “Travelling Light” (luz viajante), “Open Lungs” (pulmões abertos) ou “Grace” (graça) – indica uma tensão entre espaço aberto e individual.

“Sara vem de um país banhado pelo mar, onde o sentimento de espera pelo desconhecido (procurando respostas do oceano, chorando um amado à deriva no mar ou rezando por uma grande pescaria) é algo cultural. Ela traz esta melancolia para esta exposição que pretende que uma luz cândida e um movimento subversivo partilhem o espaço”, diz a galeria.

Sara Bichão já expôs várias vezes nos EUA, em cidades como Houston, Miami e Nova Iorque. A sua última exposição individual no país foi “Somebody’s Address” em 2014 na galeria Rooster, em Nova Iorque. Em 2012, completou uma residência artística na prestigiada Residency Unlimited, na mesma cidade.

Sara Bichão nasceu em Lisboa em 1986, onde atualmente reside. Em 2011, terminou o mestrado em Belas Artes na Universidade de Lisboa. Em 2008 foi vencedora do primeiro prémio de pintura BPI – Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL) e, em 2009, ganhou uma Menção Honrosa no prémio Fidelidade Mundial Jovens Pintores. De março e abril o seu trabalho poderá ser visto, como parte da coleção EDP, no Museu de Arte, Arquitetura e Teconologia (MAAT), em Lisboa.