De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Luxemburgo

Agenda cheia para a visita de Marcelo ao Luxemburgo

O Presidente da República português vai passar três dias no Luxemburgo numa visita que é, paralelamente, oficial e privada. Como anunciado, Marcelo Rebelo de Sousa participa nas comemorações dos 50 anos do santuário de Nossa Senhora de Fátima de Wiltz. A novidade é que participa nas comemorações acompanhado pelos grão-duques do Luxemburgo, Henrique e Maria Teresa.

O dia 25 de maio será assim de teor privado, apesar de o presidente ser esperado também nesse dia, feriado no Luxemburgo, no Centro Cultural Português para os “Diálogos com a Comunidade” uma iniciativa governamental em que ministros e secretários de Estado debatem assuntos de interesse das comunidades portuguesas. Neste encontro com os portugueses do Luxemburgo estarão, além de Marcelo e do Secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, os secretários de Estado Rocha Andrade e Catarina Marcelino. O evento conta ainda coma diretora do Instituto Camões,

Mas a visita de Marcelo Rebelo de Sousa começa dois dias antes. O presidente aterra no Luxemburgo na segunda-feira, dia 22, tendo a sua primeira cerimónia oficial na terça-feira de manhã junto ao palácio grão-ducal no coração da capital. A manhã é passada na companhia dos soberanos luxemburgueses com quem Marcelo almoçará.

De tarde, o Presidente da República e a sua comitiva têm audiências com o primeiro ministro luxemburguês, Xavier Bettel, assim como com o presidente do parlamento, Mars Di Bartolomeo e o ministro dos Negócios Estrangeiros, Jean Asselborn.

Na quarta-feira, dia 24, Rebelo de Sousa visita duas empresas tecnológicas em Betzdorf almoçando em seguida com o primeiro-ministro, Bettel. Em seguida, será assinado um acordo entre a universidade do Luxemburgo e a sua congénere do Porto onde o Presidente estará presente.

O final da tarde é dedicado à cultura com Marcelo a visitar a exposição dedicada aos descobrimentos portugueses patente no Museu Nacional de História e de Arte do Luxemburgo, assim como uma passagem pela catedral da capital onde está exposta uma obra de Joana Vasconcelos. O dia termina com um concerto da orquestra barroca da portuense Casa da Música na Philharmonie.