De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Mundo

A cidade mais cara do mundo é Singapura, a segunda é…

E a cidade mais cara do mundo é Singapura. A cidade-estado asiática ocupa assim o primeiro lugar neste ranking pelo quinto ano consecutivo, numa lista dominada pelos continentes europeu e asiático — ao contrário do que aconteceu em anos anteriores, não há qualquer cidade norte-americana a figurar no top ten.

No ranking preparado pela Economist Intelligence Unit (EIU), que fez as contas ao custo médio de 150 bens em 133 cidades de todo o mundo, Singapura é seguida pelas cidades de Paris e Zurique, ambas empatadas em segundo lugar. Seguem-se Hong Kong, Oslo, Genebra, Seul, Copenhaga, Tel Aviv e, por fim, Sidney.

De acordo com o relatório, Singapura ocupa esta posição em grande medida graças aos custos relacionados com a aquisição de automóveis, até porque noutros critérios — como na aquisição de bens domésticos — é comparativamente mais barata que outras cidades.

O estudo avalia várias condicionantes, como o nível salarial e os preços de alguns produtos, como a gasolina, o pão, o vinho ou o tabaco. A título de curiosidade: na cidade de Singapura, um quilo de pão custa 3,02€, uma garra de vinho (750 ml) custa em média 19,27€, um maço de tabaco com 20 cigarros custa 7,86€ e um litro de gasolina sem chumbo 1,23€.

O relatório destaca outro detalhe interessante: Paris é a única cidade da zona euro entre as dez mais caras. A capital francesa subiu do 7º lugar do ranking para o 2º da lista. Deve-o, em grande medida, graças aos custos elevados com aquisição de bens   pessoais e domésticos — apenas os preços do álcool, transporte e tabaco são capazes de rivalizar com outras cidades europeias.

As cidades japonesas de Tóquio e Osaka deixaram o top ten em grande medida graças à baixa inflação que atravessa o Japão — recorde-se que a capital daquele país era a mais cara do mundo ainda em 2013.