De que está à procura ?

luxemburgo
Lisboa
Porto
Luxemburgo, Luxemburgo
Array ( [0] => WP_Post Object ( [ID] => 4490 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-04-21 13:45:44 [post_date_gmt] => 2015-04-21 13:45:44 [post_content] => Depois de ser revelada a seleção de filmes que competem pela Palma de Ouro do festival de 2015, a cinematografia portuguesa ficou desiludida com o resultado. Muitos esperavam ver nessa lista o novo filme de Miguel Gomes "As Mil e uma Noites" acabou por aperecer numa lista, mas desta feita é a da Quinzena dos Realizadores, a mais prestigiosa das seleções paralelas do Festival Internacional de Cinema de Cannes. Além do filme de Miguel Gomes - que já tinha apresentado na Croisette o seu "Querido Mês de Agosto", encontra-se na lista das curtas metragens mais uma obra portuguesa, "Provas, Exorcismos" (na foto) de Susana Nobre. Como é hábito, o BOM DIA vai acompanhar o festival de cinema mais importante do mundo a par e passo.   LISTA DE FILMES PRESENTES NA QUINZENA A Perfect Day de Fernando León de Aranoa /1h46 Allende mi abuelo Allende de Marcia Tambutti /1h37 As mil e uma noites (Les Mille et une nuits) de Miguel Gomes - Volume 1, o inquieto (l’inquiet) – 2h05 - Volume 2, o desolado (le désolé) – 2h11 - Volume 3, o encantado (l’enchanté) – 2h05 Les Cowboys de Thomas Bidegain /1h54 Dope de Rick Famuyiwa / 1h45 El abrazo de la serpiente de Ciro Guerra / 2h05 Fatima de Philippe Faucon / 1h18 Gokudo daisenso (Yakuza Apocalypse : The Great War of the Underworld) de Takashi Miike / 1h55 Green Room de Jeremy Saulnier /1h34 Much Loved de Nabil Ayouch / 1h45 Mustang de Deniz Gamze Ergüven / 1h40 L’Ombre des femmes de Philippe Garrel / 1h10 Peace to Us in Our Dreams de Sharunas Bartas / 1h42 Songs My Brothers Taught Me de Chloé Zhao / 1h34 Efterskalv (The Here After) de Magnus von Horn / 1h42 Le Tout Nouveau Testament de Jaco Van Dormael / 1h43 Trois souvenirs de ma jeunesse de Arnaud Desplechin / 2h Curtas metragens Bleu Tonnerre de Jean-Marc E. Roy & Philippe David Gagné / 21 min Calme ta joie de Emmanuel Laskar / 24 min El pasado roto de Martín Morgenfeld & Sebastián Schjaer / 17 min Kung Fury de David Sandberg / 30 min Première mondiale Pitchoune de Reda Kateb / 23 min Provas, Exorcismos de Susana Nobre / 25 min Pueblo de Elena Lopez Riera / 30 min Quelques secondes de Nora El Hourch / 16 min Quintal de André Novais Oliveira / 18 min Rate Me de Fyzal Boulifa / 15 min The Exquisite Corpus de Peter Tscherkassky / 18 min [post_title] => Este ano há portugueses no festival de Cannes [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => este-ano-ha-portugueses-no-festival-de-cannes [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-21 13:45:44 [post_modified_gmt] => 2015-04-21 13:45:44 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/luxemburgo/este-ano-ha-portugueses-no-festival-de-cannes/ [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [1] => WP_Post Object ( [ID] => 4428 [post_author] => 30 [post_date] => 2015-04-20 22:21:18 [post_date_gmt] => 2015-04-20 21:21:18 [post_content] => De 24 a 25 de abril a empresa familiar Action Wear abre as suas portas no Grão-ducado do Luxemburgo no número 10, da ZAC Haneboesch II, em Niederkorn. O dia de portas abertas surge com o intuito de reforçar a confiança dos clientes e provar junto deles a capacidade da marca Action Wear dando a conhecer o novo espaço. À frente da marca está Pedro Martins, no Luxemburgo desde 1988 aonde chegou sem trabalho, e que é agora o patriarca do negócio de família Action Wear. A Action Wear foi criada em 2005 por Pedro Martins e Cristina Martins e desde então tem feito um percurso de evolução e crescimento sempre com o intuito de servir melhor o seu cliente. O ano de 2007 marca um ponto de viragem importante pois conseguem chegar a um grupo de comerciantes que tem acesso a fornecedores que lhe são exclusivos, passando a alargar a gama de produtos disponíveis para venda. Isto levou a um crescimento do volume de vendas levando, em 2009, à compra do espaço maior em Walferdange. Sendo que o espaço de fabrico, de bordados e transformação de vestuário, também passou a ser maior. Desde 2014 com espaços maior de exposição e de confeção a Action Wear é agora uma marca capaz de responder a qualquer pedido dos seus clientes. O futuro, disse Pedro Martins ao BOM DIA, passa agora pelos filhos e por aquilo que eles podem vir a fazer para crescer ainda mais com este negócio de família. Action Wear é uma marca especializada na distribuição de equipamentos individuais de proteção para todas as áreas: indústrias, construção, trabalhos e serviços públicos. Indo ao encontro das necessidades do mercado tendo assim evoluído para se tornar no líder incontestável do mercado luxemburguês. A Action Wear são dois locais: a loja de Walferdange com 300m2 onde se propõem todo o tipo de produtos e em Niederkorn uma loja com show-room, atelier de produção e uma área de stock de 1200m2 para responder a todas as necessidades do cliente. [post_title] => Action Wear: portas abertas no fim-de-semana [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => action-wear-portas-abertas-no-fim-de-semana [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-20 22:21:18 [post_modified_gmt] => 2015-04-20 21:21:18 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/luxemburgo/?p=4428 [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [2] => WP_Post Object ( [ID] => 4465 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-04-20 22:02:40 [post_date_gmt] => 2015-04-20 22:02:40 [post_content] => O Conselho da União Europeia adotou esta segunda-feira, em definitivo, a nova legislação comunitária que instaura limites máximos às taxas de utilização de cartões de crédito e de débito em operações de pagamento. Os tetos máximos, que já haviam sido aprovados pelo Parlamento Europeu em março passado e são agora definitivamente adotados pelos Estados-membros, ficam fixados em 0,2% do valor da transação a pagar pelos comerciantes aos bancos pela utilização de cartões de débito e 0,3% para os cartões de crédito. [post_title] => União Europeia limita taxas de utilização de cartões de crédito [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => uniao-europeia-limita-taxas-de-utilizacao-de-cartoes-de-credito [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-20 22:02:40 [post_modified_gmt] => 2015-04-20 22:02:40 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/luxemburgo/uniao-europeia-limita-taxas-de-utilizacao-de-cartoes-de-credito/ [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [3] => WP_Post Object ( [ID] => 4459 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-04-20 21:47:04 [post_date_gmt] => 2015-04-20 21:47:04 [post_content] => O Rivoli, no Porto, vai acolher o ciclo “Foco Rock” entre terça-feira e sábado, conciliando documentários com bandas do centro comercial Stop, para mostrar por que é a “capital nacional do ‘rock’”, disse hoje o vereador da Cultura. Em conferência de imprensa na sala de cinema do Stop, o vereador da Cultura da Câmara Municipal do Porto, Paulo Cunha e Silva, classificou aquele centro comercial, que há anos está repleto de salas de ensaio para bandas da cidade, como um dos “ecossistemas culturais mais interessantes” da cidade. O ciclo “Foco Rock” foi curado por Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés, que escolheu quatro documentários sobre bandas como os The Clash, Pearl Jam, Foo Fighters e LCD Soundsystem, que vão anteceder concertos das bandas Black House of Wolves, Meu General & os Delatores, Pulha Seltzer e Holy Nothing. No sábado, para assinalar o 25 de Abril, vai ter lugar o concerto “A Liberdade do Som”, no Grande Auditório do Rivoli, em que músicos como Manel Cruz, os Osso Vaidoso, Mesa, Torto e Os Príncipes vão tocar canções suas e versões de “temas conhecidos de autores da cidade do Porto” como os GNR, Taxi, Trabalhadores do Comércio, entre outros. O músico Manel Cruz, que se apresentou como “apenas um cidadão nesta comunidade” que é o Stop - ainda que definido como uma "figura mítica" da música do Porto -, frisou a importância daquele espaço e dos músicos que o compõem e sublinhou que “o grande esforço aqui é o som”. O músico de projetos como os Ornatos Violeta ou Foge Foge Bandido declarou que “o que os músicos querem é condições para trabalhar”. O “Foco Rock” vai realizar também encontros com grupos de alunos do Ensino Secundário ao longo da semana e vai exibir gratuitamente o documentário de Ana Branco, às 16:00 de sábado, sobre o Stop, com o título “Stop don’t stop”. [post_title] => Foco Rock: música portuguesa muda-se para o Porto [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => foco-rock-musica-portuguesa-muda-se-para-o-porto [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-20 21:47:04 [post_modified_gmt] => 2015-04-20 21:47:04 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/luxemburgo/foco-rock-musica-portuguesa-muda-se-para-o-porto/ [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [4] => WP_Post Object ( [ID] => 4113 [post_author] => 1 [post_date] => 2015-04-20 15:02:42 [post_date_gmt] => 2015-04-20 15:02:42 [post_content] => A oitava edição da Primavera dos Poetas 2015 no Luxemburgo é dedicada este ano ao tema “insurreição poética”. Portugal é representado pelo poeta António  Carlos Cortez. Este evento, intitulado originalmente Printemps des Poètes ocupa três dias durante um fim-de-semana e conta com autores de vários países e língua. Para 2015, a lista é vasta: Edith Azam (França), David Castillo (Espanha), Julia Copus (Reino Unido), Milo de Angelis (Itália), Ales Debeljak (Eslovénia), Charles Ducal (Bélgica), Haydar Ergülen (Turquia), Gaia Grandin (Suíça), Judith Herzberg (Países Baixos), János Lackfi (Hungria), Tom Nisse (Luxemburgo), Sophie Reyer (Austria), Arvis Viguls (Letónia), Ilona Witkowska (Polónia) e, obviamente, António Cortez por Portugal. O Printemps des Poètes começa sexta-feira, dia 24 de abril às 19 horas na Kulturfabrik, em Esch-sur-Alzette, e continua sábado na abadia de Neimënster, na capital luxemburguesa, terminando no domingo com uma manhã poética na galeria Simoncini, no Luxemburgo. Veja aqui o programa completo. [post_title] => Primavera dos Poetas no Luxemburgo convida António Carlos Cortez [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => primavera-dos-poetas-no-luxemburgo-convida-antonio-carlos-cortez [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-20 15:02:42 [post_modified_gmt] => 2015-04-20 15:02:42 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/luxemburgo/primavera-dos-poetas-no-luxemburgo-convida-antonio-carlos-cortez/ [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [5] => WP_Post Object ( [ID] => 4446 [post_author] => 30 [post_date] => 2015-04-20 12:43:44 [post_date_gmt] => 2015-04-20 12:43:44 [post_content] => Portugal registou a maior queda europeia na taxa de abandono precoce de educação e formação desde 2006. Nesse ano, Portugal registava uma taxa de abandono precoce de 38,5% e a taxa recuou para 17,4% até 2014. Foram 21,1 pontos percentuais no espaço de oito anos, são os dados apresentados pelo Negócios Online. A taxa de abandono precoce de educação e formação é a percentagem de pessoas entre os 18 e os 24 anos que deixou de estudar sem ter completado o secundário e até 2020 esta taxa deverá recuar para um valor abaixo dos 10%. Os dados sobre educação foram divulgados esta segunda-feira, 20 de Abril, pelo Eurostat no âmbito da estratégia europeia para o crescimento e emprego Europa 2020. A meta para os próximos cinco anos é colocar abaixo de 10% as desistências na União Europeia. Apesar da queda nacional, Portugal continua entre os países com percentagens mais elevadas (17,4%), a par de Espanha (21,9%), Malta (20,4%), Roménia (18,1%) e Itália (15%). Por outro lado, as percentagens mais baixas foram registadas na Croácia (2,7%), Eslovénia (4,4%), Polónia (5,4%), República Checa (5,5%), e Lituânia (5,9%). É de destacar que 15 estados-membros já atingiram as metas nacionais para este indicador: Áustria, Alemanha, República Checa, Dinamarca, Irlanda, Grécia, França, Croácia, Itália, Chipre, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Eslovénia e Suécia. À excepção da Bulgária, a taxa de abandono precoce é mais baixa para as mulheres do que para os homens em todos os estados-membros. O cenário é semelhante em Portugal, com 20,7% dos homens a abandonarem precocemente a escola, comparando com 14,1% de mulheres. O Eurostat também analisou o número de pessoas entre 30-34 anos que concluíram o ensino superior na União Europeia. Entre 2002 e 2014, esta percentagem aumentou 14,3 pontos percentuais para 37,9%. Segundo a estratégia Europa 2020, a meta é que, pelo menos, 40% da população entre os 30-34 anos na União Europeia tenha completado o ensino superior até 2020. Portugal registou 31,3% de pessoas entre os 30-34 anos que concluíram o ensino superior em 2014. Entre 2002 e 2014, Portugal registou um avanço significativo de pessoas que concluíram o ensino superior, com a percentagem a avançar 18,4 pontos para 31,3%. Apesar do avanço ter sido relevante, Portugal ficou na oitava posição entre os países que registaram maiores aumentos de taxa entre 2002 e 2014. A Lituânia (30,1 pontos), a Polónia (27,7%), a Letónia (22,6%) e a Suécia (21,6 pontos) registaram as maiores subidas. Em 2014, as percentagens mais elevadas de conclusão do ensino superior registavam-se na Lituânia (53,3%), Luxemburgo (52,7%), Chipre (52,5%) e Irlanda (52,2%). Por outro lado, as percentagens mais baixas registaram-se em Itália (23,9%), Roménia (25,0%), Malta (26,6%), Eslováquia (26,9%) e República Checa (28,2%). Do total, 12 estados-membros já alcançaram ou superaram a meta de 40% para este indicador: Dinamarca, Estónia, Grécia, Chipre, Letónia, Lituânia, Hungria, Holanda, Áustria, Eslovénia, Finlândia e Suécia. À excepção da Alemanha, em todos os estados-membros a percentagem de mulheres a completar o ensino superior foi mais elevado que a percentagem de homens. Na União Europeia, a média de conclusão do ensino superior para mulheres (38,9%) foi 15 pontos superior ao registado para homens (23,2%). O cenário é semelhante para Portugal, com a percentagem de conclusão das mulheres (42,3%) a superar a dos homens (33,6%) em 8,7 pontos. [post_title] => Portugal com a maior redução na taxa de abandono escolar da Europa [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => portugal-com-a-maior-reducao-na-taxa-de-abandono-escolar-da-europa [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-20 12:43:44 [post_modified_gmt] => 2015-04-20 12:43:44 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/luxemburgo/portugal-com-a-maior-reducao-na-taxa-de-abandono-escolar-da-europa/ [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) [6] => WP_Post Object ( [ID] => 4434 [post_author] => 30 [post_date] => 2015-04-20 09:25:10 [post_date_gmt] => 2015-04-20 09:25:10 [post_content] => Um aluno de 14 anos matou hoje um professor e deixou quatro outras pessoas feridas num instituto de Barcelona, em Espanha, onde entrou armado com uma besta, segundo o jornal El Mundo. A polícia deteve já um menor, que entrou na escola armado com um cocktail Molotov, uma besta e uma faca. Os eventos ocorreram cerca das 9:20 horas locais (8:20 em Lisboa), no Instituto Joan Fuster, localizado perto da Avenida Meridiana de Barcelona, no bairro de La Sagrera. Segundo testemunhas citadas pelo jornal "El Mundo", o suspeito dirigiu-se diretamente a uma sala de aula, onde atirou sobre uma professora e a sua filha, uma aluna. Nesse momento, um professor que estava numa sala ao lado tentou impedir o ataque e acabou por morrer. [post_title] => Espanha: aluno mata professor com besta [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => open [ping_status] => open [post_password] => [post_name] => espanha-aluno-mata-professor-com-besta [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2015-04-20 10:28:57 [post_modified_gmt] => 2015-04-20 09:28:57 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://bomdia.eu/luxemburgo/espanha-aluno-mata-professor-com-besta/ [menu_order] => 0 [post_type] => post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw ) ) luxemburgo

Opinião

Carregar mais artigos